thumbnail Olá,

Apesar de pouco falado durante a temporada e das pequenas crises internas, a equipe rubro-negra calou os críticos e fechou 2013 com título e vaga na próxima Copa Libertadores

Por Paulo Armando

No dia 19 de outubro, após uma derrota para o Atlético-PR, o treinador Mano Menezes abandonou o projeto com o Flamengo e deixou torcida, elenco e diretoria preocupados com o futuro do clube na temporada. Porém, sob o comando do antigo auxiliar Jayme de Almeida, o rubro-negro mostrou força e conquistou o título da Copa do Brasil de 2013.

Para relembrar toda a campanha, que terminou com triunfo, por coincidência, contra o Atlético-PR, o Goal separou alguns momentos importantes, jogadores que se destacaram e alguns outros detalhes que garantiram ao Flamengo uma temporada com final feliz e vaga na Copa Libertadores.


A CAMPANHA DO FLA

A estreia do Flamengo na Copa do Brasil aconteceu no norte, já que a equipe enfrentou o Remo na primeira fase do torneio. O resultado foi uma vitória por 1 a 0, com gol do jovem Rafinha. Na volta, o atacante Hernane brilhou e marcou todos os gols da vitória por 3 a 0 contra o clube paraense.

Na segunda fase, o Flamengo passou dificuldades contra o Campinense. No jogo de ida, em Campina Grande, a equipe carioca contou com dois gols do já dispensado Renato Abreu para vencer por 2 a 1. Na volta, vitória pelo mesmo placar, mas que ficou marcada pelo bonito gol de Elias.

Antes de entrar na fase final da Copa do Brasil, o Flamengo ainda eliminou o ASA. Apesar do pouco futebol jogado, a equipe venceu fora de casa por 2 a 0 e dentro de casa por 2 a 1. Nenhum dos jogos em casa da equipe rubro-negra foram no Maracanã, já que o estádio estava sendo preparado para a Copa das Confederações.

Fase Final


No sorteio das oitavas de final, a equipe rubro-negra não deu muita sorte e encarou logo o Cruzeiro, que já despontava como favorito para o título do Brasileirão, situação que acabou se confirmado. Porém, na Copa do Brasil quem se deu bem foi o Fla. Após uma derrota por 2 a 1 no Mineirão, com direito ao golaço de Everton Ribeiro, o time carioca foi atrás do resultado e venceu no Maracanã por 1 a 0, com um gol de Elias aos 43 minutos do segundo tempo. Flamengo classificado.

As quartas de final também não foram fáceis, já que o adversário foi o Botafogo, que além de rival também passava por bom momento na temporada. Com dois jogos no Maracanã, o Flamengo eliminou o alvinegro com um empate de 1 a 1, estreia de Jayme em casa, e uma goleada marcante por 4 a 0, com três gols de Hernane, placar que apontou o Fla como candidato ao título.



Na semifinal, o Flamengo encarou o empolgado Goiás, mas com bom futebol, apoio da torcida e um pouco de sorte, a equipe esmeraldina sofreu com lesões e desfalques, conseguiu avançar contra o adversário. A equipe carioca venceu as duas partidas, no Serra Dourada e no Maracanã, por 2 a 1.

O longo caminho levou o Flamengo à final contra o Atlético-PR, outra equipe badalada e fez um final de temporada espetacular. Na partida de dia, os dois times fizeram jogo disputado e ficaram no empate por 1 a 1, destaque para o bonito gol de fora da área do volante Amaral, que quase foi dispensado por Mano Menezes. No jogo de volta, com o Maracanã mais uma vez lotado, o Flamengo venceu por 2 a 0, gols de Elias e Hernane, e arrancou o grito de campeão.

O COMANDANTE IMPROVÁVEL

É impossível falar do título da Copa do Brasil do Flamengo e não falar no treinador pouco conhecido do time. Jayme de Almeida assumiu o clube no dia seguinte que Mano Menezes desistiu do projeto. A desconfiança da torcida, que pedia um treinador de renome, foi vencida pelo excelente aproveitamento do comandante, que chega em cerca de 60%. Jayme de Almeida Filho, 60 anos, teve uma carreira de nove anos como jogador de futebol, de 1973 até 1983.

Após a aposentadoria, o profissional decidiu trabalhar como treinador e assumiu o Iraty, do Paraná, em 2009. Porém, no ano seguinte, foi trabalhar como auxiliar no Flamengo. Após a saída de Mano Menezes, o antigo zagueiro assumiu a equipe carioca.Apesar de não ter montado o elenco, responsabilidade do Mano, Jayme conseguiu fazer o que o antecessor não conseguiu. Formou um grupo, montou um time e não só tirou o Flamengo de perto da zona de rebaixamento, como também conquistou a Copa do Brasil.

A CASA RUBRO-NEGRA


O ano de 2013 foi marcado pelo retorno do Flamengo ao estádio mais famoso do Brasil. E a situação foi fundamental para o título da Copa do Brasil. Com um apoio gigante da torcida e uma média de público maior que 50 mil torcedores, o Fla viu os adversários ruírem no Maracanã e foi lá que a equipe levantou o troféu. Para ter ideia da importância do Maracanã na Copa do Brasil, o estádio foi sede de quatro jogos da equipe. E, sempre contando coma presença do torcedor, o Flamengo conseguiu 100% de aproveitamento jogando dentro de casa.

Quem também soube aproveitar bem o estádio foi o atacante Hernane. Com nove gols, ele é o artilheiro do Maracanã, desde a reforma para a Copa do Mundo. E o Flamengo é primeiro clube a levantar um troféu, após a demolição do histórico estádio.

E foi nesse novo Maracanã, com um público de 68 mil torcedores, o Flamengo conquistou pela terceira vez a Copa do Brasil.

O ELENCO QUE DEU CERTO

Se fosse necessário apontar um craque para representar o título do Flamengo, talvez o meia Elias fosse o escolhido. Com gols importantes, inclusive o do título da final, e atuações acima da média, o jogador foi muito importante durante todo o segundo semestre. Porém, a verdade é que a força do Flamengo está justamente no conjunto. Com jogadores experientes como Felipe, Leonardo Moura, Chicão, André Santos e o próprio Elias, Jayme montou um time forte e que comete poucos vacilos em horas de pressão. O resultado? Título da Copa do Brasil e vaga na próxima Libertadores.

Outros jogadores também apareceram bem durante a campanha, apesar de serem menos falados. O jovem Samir chegou a tirar Chicão do posto de titular, porém uma lesão prejudicou a sequência do jogador. Amaral e Luiz Antônio também foram destaques, apesar dos altos e baixos durante os jogos. E um jogador em especial merece maior atenção.

O atacante Hernane, o famoso Brocador, não só foi o dono do Maracanã, mas também o fazedor de gols da equipe rubro-negra. Pouco acreditado e muito criticado, o jogador calou críticos e foi, junto com Elias, o autor dos gols mais importantes durante a campanha do título. E foi com um dele que o Flamengo encerrou a Copa do Brasil campeão.

Relacionados