Imprensa espanhola repercute eliminação antecipada da seleção

Com a segunda derrota seguida, a Fúria, atual campeã mundial, foi eliminada da Copa do Mundo e o inesperado é notícia nos principais jornais do país
A Espanha perdeu a segunda seguida na Copa do Mundo. Desta vez para o Chile, por 2 a 0 e deu adeus ao Mundial. O time de Vicente Del Bosque, atual campeão mundial, vai apenas cumprir tabela em seu terceiro jogo, contra a Austrália, no dia 23 de junho, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Chile e Holanda estão classificadas no Grupo B e a derrota desta quarta-feira entra para história, ao retrospecto negativo da Fúria no estádio Maracanã e também repercute na imprensa espanhola, que lamenta a eliminação e fala em "Maracanazo", "Adeus ao Mundial" e "Nocaute histórico".

Confira abaixo:



SPORT

Nocaute histórico da Espanha

O combinado espanhol se despediu do Mundial do Brasil na fase de grupos depois de voltar a cair, merecidamente, diante do Chile do blaugrana Alexis Sánchez, que deu uma autêntica aula sobre o gramado do Maracanã.


MARCA
A campeã do mundo fica fora do Mundial do Brasil nas primeiras rodadas depois de outro resultado ridículo diante do Chile

Triste adeus da campeã do mundo. A Espanha voltou a cair (0-2) com uma imagem muito pobre depois de ser superada por uma seleção chilena que foi pouco exigida. Vargas e Aránguiz, na primeira parte, escancararam todas as carências de uma seleção que pede a gritos pela renovação da geração. Nem o futebol nem o físico deram para mais a equipe de Vicente Del Bosque. Espanha, ao lado da Austrália, é a primeira seleção eliminada do Mundial.



DIARIO AS

Maracanazo e adeus ao Mundial

Não houve reação e a Espanha é a primeira seleção eliminada. Vargas e Aránguiz deixaram suas assinaturas no drama espanhol. La Roja não teve sequer sorte. Se abre o debate sobre o fim de um ciclo e a sucessão.

MUNDO DEPORTIVO
O triste adeus para a campeã

Espanha fica sem chance de passar às oitavas-de-final e encerrerá o Mundial diante da Austrália. Os homens de Del Bosque não conseguiram vencer o Chile, que deixou a vitória engatilhada já no primeiro tempo graças aos gols de Vargas e Aránguiz.

Além dos veículos tradicionais, a repórter Pilar Suarez, do Goal Espanha, deu também sua opinião sobre o réves espanhol:

"Ninguém poderia acreditar que a Espanha um dia iria perder. Aquele mesma seleção que ganhou tudo nos últimos anos foi eliminada e humilhada por duas equipes claramente superiores. O estilo característico, a identidade e a paixão da Espanha parecem ter se tornado obsoletos agora. Uns irão acusar os jogadores do Barcelona, outros dirão que a culpa maior do fracasso foi de Casillas, mas a verdade é que a Espanha não joga mais da maneira dominante como fizeram no passado. A hegemonia do mundo do futebol está procurando por um novo dono. A Fúria Roja também abdicou da coroa nesta noite".