Fifa condena invasão no Maracanã e promete tomar providências

Chilenos invadiram o estádio e derrubaram a entrada do centro de imprensa no Maracanã, na tentativa de acessar as arquibancadas e a entidade respondeu que condena os atos dos to...

A confusão que tomou o Maracanã minutos antes da partida entre Chile e Espanha teve uma posição oficial tomada pela Fifa. Devido à falta de ingressos, centenas de torcedores do país sul-americano, buscaram invadir o estádio pelo centro de imprensa, na tentativa de acessar o estádio para assistir ao jogo.

A polícia tentou parar os chilenos ainda no portão, mas não conseguiu evitar a entrada. Depois da confusão, ainda na sala de imprensa, os oficiais conseguiram deter uma parte das pessoas, que foram contidas e enviadas ao JECrim (Juizado Especial Criminal). Outros conseguiram alcançar as arquibancadas do Maracanã.

A Fifa divulgou por meio do Twitter da sua assessoria de imprensa, a confusão e prometeu divulgar mais informações e medidas a serem tomadas em breve. Mesmo antes do problema, a Fifa já havia decidido reforçar a segurança nos estádios. O governo brasileiro cobrou providências da entidade, após as falhas apresentadas na primeira semana do Mundial.