thumbnail Olá,

O goleiro afirmou que o time tem condições de jogar bem em qualquer lugar e declarou que o time vai lutar até o fim para se classificar

Com o empate em 2 a 2 com o Defensor, o Cruzeiro ocupa o terceiro lugar do Grupo 5 da Copa Libertadores, com quatro pontos em quatro compromissos. Para se classificar para a próxima fase, o time mineiro precisa vencer as duas partidas que faltam e ainda contar com uma combinação de resultados, o que não desmotiva o goleiro Fábio, por exemplo.

“A equipe tem total condição de jogar bem em qualquer lugar. Fizemos isso no Brasileiro, em que precisávamos ganhar sempre. Não é porque vamos jogar contra o líder do grupo (Universidad de Chile) que a gente não pode conseguir uma vitória", disse o arqueiro.

"Nossa equipe é a mesma desde que começou a Libertadores. Contra o Defensor, não vencemos por infelicidade no fim da partida. Acho que a equipe jogou muito bem. Temos de agradecer ao torcedor pela presença, pela força, o tempo todo empurrando. Vamos lutar pelas vitórias que a gente precisa e, no final, daremos entrevista com a classificação.”

O camisa 1 viu méritos na atuação da equipe diante dos uruguaios e elogiou a presença da torcida no Mineirão. E reafirmou a vontade da equipe em brigar até as últimas consequências por uma vaga nas oitavas-de-final.

“A equipe do Cruzeiro é forte, de qualidade, mas é Libertadores. Em qualquer competição, você não encontrará facilidade. Você tem de resolver tudo dentro de campo. A equipe conseguiu bons jogos. Contra o Defensor, a gente administrou, tivemos várias chances, mas o jogo só acaba quando o juiz apita. Havia um adversário também brigando pela classificação e foi feliz no fim da partida, achando um gol que nos tirou dois pontos. A gente jogou bem, a torcida compareceu novamente. Agora temos condição de buscar a vitória fora de casa, como já buscamos várias”, disse.

Relacionados