thumbnail Olá,

Os atletas do Atlético-MG se manifestaram contra o preconceito sofrido pelo jogador do Cruzeiro no Peru

Os jogadores do Atlético-MG lamentaram o racismo sofrido pelo jogador Tinga, na derrota do Cruzeiro por 2 a 1 para o Real Garcilaso do Peru. O atacante Diego Tardelli definiu o fato como lamentável.

“A gente fica triste, é um companheiro de profissão que sofre racismo algo que a gente pede tanto para que não aconteça, que a gente é contra, é triste e lamentável”, declarou.

Para o volante Pierre, é inaceitável que um ser humano sofra racismo nos dais de hoje.

“Fica um sentimento de tristeza. Não dá para aceitar que isso aconteça hoje em dia. Só podemos lamentar que um jogador de futebol, ou melhor, um ser humano passe por isso nos dias de hoje”, disse o volante.

O zagueiro Réver se diz chateado pelo o que aconteceu com Tinga. Ele afirma que o papel do torcedor é apoiar o time e não humilhar o adversário.

“Torcedor tem que ir ao estádio apoiar seu time e não xingar jogador adversário. É lamentável que isso aconteça, mas infelizmente não vai acabar. Fico muito chateado com isso. Só posso ficar triste com um gesto hostil desse contra o Tinga”, afirmou.

Já o meia Ronaldinho Gaúcho postou uma mensagem no twitter em apoio ao jogado do Cruzeiro. Gaúcho afirma que está triste pelo ocorrido.

Relacionados