thumbnail Olá,

Atacante fez o gol que deu ao Galo o direito de disputar os pênaltis contra o Newell's

POR FERNANDO H. AHUVIA - DIRETO DE SÃO PAULO

Um dos heróis do Atlético-MG na classificação para a decisão inédita da Copa Libertadores da América, o atacante Guilherme, criticado pela torcida do Galo por ter vestido a camisa do arquirrival Cruzeiro, começa a mudar sua história no clube alvinegro.

Titular do time alternativo escalado por Cuca na vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, neste domingo, no Pacaembu, pela sétima rodada do Brasileirão, o jogador disse ao Goal que vive a expectativa de iniciar a final contra o Olimpia como titular na vaga do suspenso Bernard.

"O Cuca ainda vai definir quem vai jogar. Voltamos a mostrar que o nosso elenco é qualificado e quem for o escolhido vai dar o melhor dentro de campo para ajudar a equipe. Estou preparado caso ele opte por mim", declarou.

Guilherme também voltou a comentar sobre a sensação ao marcar o gol que deu ao Galo o direito de disputar os pênaltis contra o Newell’s Old Boys.

"Tenho trabalhado muito e tive a alegria de ter sido recompensado com o gol. A comemoração foi muito grande. O time inteiro e a torcida foram importantes para que a gente chegasse até aqui", afirmou.

O Atlético-MG iniciará sua luta pelo título na próxima quarta-feira, contra o Olimpia, no Paraguai. Uma semana depois, no dia 24, o Galo recebe o adversário em Belo Horizonte no duelo que vai definir o campeão.

Relacionados