thumbnail Olá,

Seis torcedores conseguiram, via Justiça comum, a permissão para ir ao estádio ver o jogo contra o Millonarios

Em entrevista ao programa “Bate Bola”, da ESPN Brasil, o advogado do Corinthians, Luiz Alberto Bussab, disse que vai tentar convencer os seis torcedores que conseguiram, via Justiça comum, o direito de assistirem no Pacaembú o jogo entre Corinthians e Millonarios, pela Libertadores da América, a não irem ao jogo.

Segundo Bussab, seria melhor para o clube que estes torcedores não entrassem, pois isso poderia prejudicar o Corinthians futuramente. Rodrigo Adura foi um dos que conseguiram o direito de ver a partida, e o comerciário, de 36 anos, disse que não acredita que a presença destes torcedores possa ser prejudicial ao time paulista.

“A gente entrou na Justiça como última alternativa, mas nunca foi pensando nisso, não tem como prejudicar. Foi pensando em apoiar o meu time do coração”, disse Adura.

“Foi uma ação isolada, vamos apelar para essas pessoas não exercerem esse direito. Ordem judicial cumpre-se, mas não sei como a Conmebol gerencia isso, como irá reagir. O Corinthians não vai participar”, disse o advogado do Corinthians, Luiz Alberto Bussab.

Relacionados