thumbnail Olá,

Situação que será vivida na noite desta quarta-feira, diante do Millonarios, não é novidade para o Timão, mas saldo anterior não é positivo

Nesta quarta-feria, o atual campeão da Libertadores entrará em campo para jogar sua primeira partida em casa nesta edição do torneio diante de um cenário incomum. Acostumado com o apoio incondicional de sua Fiel torcida, o Corinthians irá se deparar com arquibancadas vazias. No lugar dos cantos apaixonados, haverá apenas silêncio. E a única faixa presente deve ser a negra, de luto, nas camisas dos jogadores.

Em punição pela morte do torcedor Kevin Douglas Espadas, em Oruro, na Bolívia, atingido por um sinalizador disparado pela torcida alvinegra, o Corinthians será obrigado a jogar de portões fechados durante toda a primeira fase da Libertadores, ou até que a investigação sobre o caso sejam concluídas. O primeiro dos três melancólicos jogos em São Paulo será diante dos colombianos do Millonarios, no Pacaembu, às 22h.

Como a equipe, que viu seus seguidores indo até do outro lado do mundo e invadindo o Japão durante a conquista do Mundial, irá reagir às polêmicas extra-campo e a ausência do torcedor, só veremos quando a bola rolar. Mas esta não será a primeira vez na história em que o Timão é obrigado a atuar longe dos olhares dos apaixonados - e o saldo não é muito favorável, ainda que, no fim das contas, a equipe tenha terminado com o título.

No ano de 2005, quando foi campeão brasileiro, o Corinthians jogou três vezes com portões fechados - as três diante de equipes cariocas. Depois de sofrer uma goleada de 5 a 1 para o São Paulo, os torcedores invadiram o gramado e agrediram jogadores, o que acarretou em perda de mandos de campo para o clube.

Primeiro, o Alvinegro pegou o Flamengo, em Mogi Mirim, e venceu pelo sólido placar de 4 a 2. Depois foi a vez de receber o Fluminense, e o Tricolor carioca levou a melhor, vencendo por 1 a 0.

Jogando fora de casa, também em 2005, o Corinthians jogou sem torcida contra o Botafogo, no Rio de Janeiro. O clube carioca teve de manter os portões fechados depois de ser punido por uma confusão que aconteceu em 2004, envolvendo também a torcida do Timão. O Glorioso venceu de virada, por 3 a 1.

Será que os problemas irão afetar os jogadores? Será que a ausência da torcida terá eco nas atuações da equipe? Deixe seu comentário e opine! Não se esqueça de acompanhe a partida em Tempo Real através do exclusivo Live Match Center do Goal.com, hoje, a partir das 22h.

Relacionados