thumbnail Olá,

Através da assessoria de imprensa do clube, Mario Gobbi descartou a possibilidade

O presidente do Corinthians, Mario Gobbi, informou, através da assessoria de imprensa do Corinthians, que o clube não está cogitando abandonar a Libertadores.

Na sexta-feira, a informação era de que a diretoria do clube pensava em deixar a competição caso a Conmebol decida manter a puniação aplicada ao clube após um torcedor disparar um sinalizador proibido e matar um torcedor do San José no estádio em Oruro, Bolívia.

Segundo o jornal Lance!, o Corinthians ainda estava aguardando a resposta da entidade, na segunda-feira, além de consultar patrocinadores para saber qual seria a posição dos mesmos caso o Timão decida abandonar o torneio. Ainda de acordo com informações do jornal, a decisão não seria apenas uma forma de retaliação à Conmebol por considerar a pena injusta, mas sim um protesto contra a precariedade da organização da Libertadores, considerada pouco lucrativa e com enormes falhas de segurança que colocam em risco não só torcedores mas também os jogadores.

Há uma reunião marcada para a segunda, quando o Alvinegro espera já ter a resposta da Conmebol, para analisar qual será a atitude a ser tomada. Enquanto isso, as vendas de ingressos para os jogos em casa da fase de grupos estão suspensas.

Relacionados