thumbnail Olá,

Nome do jovem ainda não foi divulgado, mas ele irá se apresentar às autoridades como responsável pela morte de Kevin Douglas Espada na segunda-feira

A principal torcida organizada do Corinthians, Gaviões da Fiel, irá apresentar, na próxima segunda-feira, um jovem de 17 anos como autor do disparo do sinalizador que matou o torcedor do San José Kevin Douglas Beltrán Espada. O nome do torcedor não foi divulgado, mas sabe-se que ele não está entre os detidos na Bolívia e inclusive já retornou ao Brasil, informou o jornal Folha de São Paulo.

O advogado da Gaviões afirmou que o disparo do sinalizador foi acidental. Doze torcedores corintianos foram indiciados pelo caso e permanecem press em uma penitenciária em Oruro, onde aguardam pelas investigações. Dois deles foram apontados como os autores do disparo, enquanto os outros foram acusados de serem cúmplices. Todos os presos, entretanto, alegam inocência e dizem que o verdadeiro culpado já está no Brasil.

A Conmebol puniu o Corinthians com a perda do direito de jogar diante da sua torcida na Libertadores, obrigando o clube a atuar com portões fechados e tirando o direito a ingressos para jogos fora de São Paulo. O Alvinegro recorreu da decisão e, no sábado, chegou inclusive cogitar abandonar o torneio caso a entidade não repense a pena.

Relacionados