thumbnail Olá,

Jogador lamentou profundamente a morte de Kevin Douglas e disse que aceita punição ao Corinthians se isto significar que casos como o do jovem torcedor não irão se repetir

A morte do jovem torcedor do San José, Kevin Douglas Beltran Espada, de 14 anos, deixou os jogadores do Corinthians abalados. Depois do técnico Tite chorar na entrevista coletiva e afirmar que trocaria o título Mundial pela vida do menino boliviano, o lateral-esquerdo Fábio Santos também lamentou o fato e disse que não se importaria de ver o Corinthians fora da Libertadores caso a punição sirva para garantir que algo semelhante não irá acontecer.

"Se for para mudar, aceitamos ser punidos. Mas sabemos que nada se muda. Se for para tirar o Corinthians da Libertadores e soubermos que ninguém mais vai sofrer com isso, que não haverá mais mortes, sou a favor de que isso aconteça," declarou o lateral.

De acordo com o novo regulamento da Conmebol, punições rígidas podem ser aplicadas aos clubes caso fique comprovado os atos de indisciplina por parte da sua torcida. Segundo as regras, o Corinthians pode até mesmo ser eliminado da competição. Entretanto, um representante da entidade afirmou, mais cedo, afirmou que não há punições previstas ao Timão.

"O uso dos sinalizadores estava liberado, mas acho que tem outra maneira de fazer festa. Torcida gritando, bandeirão... Já vimos que fogos de artifício mais machucam do que deixam a situação bonita. No Brasil não podemos entrar com tudo isso. Creio que daqui para frente isso muda," completou Fábio.

Kevin foi atingido no rosto por um sinalizador atirado por um torcedor corintiano que estava no estádio Jesús Bermúdez e morreu ainda no local.

"Nós ficamos muito chateados por uma vida que se foi. Lamentamos tudo isso," finalizou o jogador.

Relacionados