thumbnail Olá,

Segundo o dirigente da equipe, o clube pedirá a troca de estádio

Após a suposta agressão sofrida pelos membros do Tigre durante a final da Copa Sul-Americana, no Morumbi, o clima de insegurança paira sobre os clubes que futuramente enfrentarão o São Paulo em casa. O Bolívar, rival do Tricolor na primeira fase da Libertadores, já declarou, inclusive, que não quer disputar nenhum jogo no estádio paulistano.

"Vamos pedir a troca de estádio, já que a segurança do Morumbi não é das melhores", declarou Jorge Iturralde, dirigente da equipe boliviana, em entrevista ao site Bolívia Em Tu Manos.

Durante o sorteio da Libertadores, Arnaldo Baptista, diretor de futebol do São Paulo, tentou amenizar a briga com o Tigre afirmando que o episódio ficou no passado e que o clima entre os dois clubes é amistoso.

Caso passe da fase preliminar, contra o Desportivo Azoántegui (Venezuela), o Tigre irá para o grupo 2, com o Palmeiras, o Sporting Cristal (Peru) e Libertad (Paraguai).