thumbnail Olá,

Zagueiro desafiou o Boca a partir para o ataque no Pacaembu

O clima esquenta com a proximidade do segundo jogo entre Corinthians e Boca Juniors, que decidem o título da Copa Libertadores no Pacaembu, na próxima quarta-feira. O meia Riquelme provocou a equipe brasileira recentemente, alegando que o Timão praticamente só ficou atrás no empate em 1 a 1 em Buenos Aires, o que motivou a pronta resposta do zagueiro Leandro Castán.

Para o alvinegro, sequer o Boca conseguiu converter a posse de bola em chances de gol. E desafiou os xeneizes a repetirem a mesma atitude em São Paulo.

"Não consigo lembrar de uma chance clara de gol. O jogo foi muito equilibrado. Ninguém teve muitas oportunidades. Se reclamou que ficamos atrás, vamos ver se eles vêm para cima aqui no Pacaembu", afirmou em declarações reproduzidas no Globoesporte.

"Eu vi o Boca jogando fora de casa duas vezes. Eles são parecidos com a gente: se defendem bem e têm o contra-ataque rápido. Mas dentro do Pacaembu nós somos fortes."

Mais comedido, o lateral-esquerdo Fábio Santos prefere exaltar as virtudes da equipe na Bombonera.

"Cada um enxerga o jogo de uma maneira. Ele acha que a gente se defendeu o tempo todo e fizemos o gol na primeira bola que chegamos. Eu acho que fomos eficientes na marcação e fizemos o gol quando a oportunidade apareceu. Não dá para querer só atacar na Bombonera senão volta com três, quatro gols na bagagem", declarou.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.
          

Relacionados