thumbnail Olá,

Em entrevista, técnico dos bianconeri admitiu desejo de aplicar filosofia dos culés na Vecchia Signora.

Antonio Conte revelou que sua ambição em adotar o estilo do Barcelona como modelo na Juventus foi o suficiente para convencer o presidente Andrea Agnelli que ele era o homem ideal para o cargo.

O técnico de 43 anos foi contratado em 2011 e desde então conduziu a equipe a dois títulos consecutivos da Serie A Calcio, o primeiro deles de forma invicta.

A segunda conquista foi sacramentada no último domingo, após vitória por 1 a 0 sobre o Palermo. Em sua autobiografia intitulada "Testa, cuore e gambe" (Cabeça, coração e pernas", em tradução livre), o treinador conta detalhes de uma impressionante entrevista de emprego que o levou ao cargo de comandante da Juventus.

"Nos últimos anos a Juventus tem sido um time que dá muita posse de bola aos seus adversários. Ao invés disso, eu queria que os oponentes tivessem medo da equipe antes mesmo de entrarem em campo".

"A Juventus precisa de jogadores que tem sede de vitória, jogadores que acreditam no proheto. Os nomes não importam muito, mas precisamos introduzir uma nova ideia de futebol na qual todos atacam e todos defendem, como acontece no Barcelona".

"Estou convencido de que com trabalho duro e uma ideia de futebol moderno, a Juventus pode retornar ao topo do futebol em nível nacional e internacional. E isso em um curto espaço de tempo", afirma Conte.

Os campeões italianos precisam de apenas mais um ponto para igualar os 84 da temporada passada e, já coroados, agora tentam quebrar o recorde de pontos do clube na competição: 91.

Na quarta-feira, o adversário dos bianconeri será a Atalanta, fora de casa.

Relacionados