thumbnail Olá,
Morosini: atraso da ambulância será investigado na Itália

Morosini: atraso da ambulância será investigado na Itália

Getty Images

A entrada do veículo de resgate só foi possível depois que a janela da viatura foi quebrada e o freio de mão puxado para sua locomoção

O jogador italiano Piermario Morosini não resistiu ao súbito mal cardíaco e morreu em campo no último sábado, durante a partida entre o Livorno e o Pescara, válida pela Segunda Divisão do Campeonato Italiano.

De acordo com o jornal 'Gazzetta dello Sport', a demora entre as quedas do jogador no gramado, no momento em que tinha a parada cardíaca, e o atendimento na ambulância, que nem estava dentro do estádio Adriático foram cruciais para a morte do jogador.

Aos 31 minutos do primeiro tempo, Morosini caiu sozinho, tentou se levantar, mas acabou ficando no chão.
Os médicos, que realizaram massagem cardíaca, não contavam com todos os equipamentos à disposição. Apenas quatro minutos depois, a ambulância conseguiu entrar no estádio e, em outros quatro, sair de lá com o corpo do jogador italiano.

A explicação para o atraso é que havia um carro da polícia obstruindo a passagem da ambulância no portão principal do estádio Adriático. A entrada do veículo de resgate só foi possível depois que a janela da viatura foi quebrada e o freio de mão puxado para sua locomoção. 

A causa dos males súbitos será investigada pelos médicos em autópsia marcada para a próxima segunda-feira, bem como o atraso na entrada e a inexistência de uma ambulância dentro do estádio será posta em xeque pelas autoridades nacionais.

A Federação Italiana de Futebol confirmou o adiamento da 33ª rodada do Campeonato Italiano, cujas partidas devem ser disputadas no próximo fim de semana.

Relacionados