thumbnail Olá,

Jadson abre o placar para os donos da casa mas Corinthians vira com golaço de Danilo e pênalti 'polêmico' cobrado por Alexandre Pato.

Se nos últimos três clássicos paulistas o placar ficou no zero, neste domingo de páscoa o que não faltaram foram ingredientes para apimentar o duelo entre São Paulo e Corinthians. E é claro, gols.

Logo aos 4 minutos, Osvaldo demonstrou mais uma vez a boa fase e fez ótima jogada pela ponta, passando para o meio da área em bola que encontrou Jadson. O camisa 10 se livrou de Fábio Santos e bateu no canto de Cássio, que nada pôde fazer.

Melhor no jogo, o São Paulo teve algumas chances de marcar, e muito embora estivesse tendo boa atuação, Ganso deixou de finalizar pelo menos duas bolas que poderiam render perigo ao gol do Corinthians. E Paulo Henrique prefere o passe, Danilo prefere o ângulo.

Aos 41 minutos, o meia recebeu lançamento perto do bico da grande área pela esquerda, cortou Wellington e mandou um chute magistral na gaveta de Ceni, que nem tentou impedir a pintura do ex-jogador do São Paulo.

O empate mudou o panorama na segunda etapa e trouxe um Corinthians mais atuante, apesar do ritmo mais lento de ambas as partes. Aos 15 minutos, Rogério Ceni quase entregou o ouro em furada inacreditável dentro da pequena área, num prenúncio do que viria a acontecer perto do fim do clássico.

Além disso, o Timão desfrutou do privilégio de contar com um dos melhores elencos do país ao sacar Guerrero e lançar Pato. Foi ele mesmo quem aos 37 minutos pressionou a saída de bola tricolor, e após recuo bisonho de Rafael Tolói para Ceni, se antecipou ao goleiro e tocou com o bico da chuteira na bola, recebendo o 'chutão' do goleiro do São Paulo em seu pé direito e sofrendo pênalti.

Muita reclamação dos comandados de Ney Franco, que pediam jogo perigoso do atacante Corinthiano, mas o fato é que a bola estava à meia altura, e o capitão tricolor falhou feio ao esperar muito a chegada do (péssimo) passe de Tolói.

Melhor para a equipe do técnico Tite, que viu Pato deslocar Rogério Ceni e determinar a virada dos atuais campeões mundiais em pleno Morumbi, marcando 2 a 1 no placar do estádio. Apesar da derrota, o São Paulo lidera o Paulistão com 35 pontos, seis a mais que o Corinthians, 4º colocado. O tricolor ainda tem um jogo a menos, a ser disputado contra o União Barbarense, que vai fazendo campanha de rebaixamento e ocupa a 18ª posição.

Relacionados