thumbnail Olá,

Desfalcado, o Corinthians garante empate com pênalti convertido por Guerrero no primeiro jogo após a morte do boliviano Kevin

O Corinthians foi até a casa do Bragantino, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, interior do estado de São Paulo, e, com dificuldade, conseguiu o empate que garantiu a permanência da equipe no G-8 do Campeonato Paulista, na oitava posição. Com um gol de pênalti no último minuto, a partida terminou com o placar de 2 a 2.

Superior durante todo o primeiro tempo, o Corinthians deu trabalho para o time da casa. Porém, com muita dificuldade na hora da finalização, a equipe perdeu boas oportunidades de abrir o placar e a etapa inicial terminou sem gols.

No segundo tempo, o Bragantino voltou mais ousado, porém cauteloso, sem deixar de investir em seu esquema tático com três zagueiros para se proteger das investidas do Timão. Com menos de um minuto, Léo Jaime recebeu a bola dentro da área e finalizou no canto direito, sem chances para a defesa de Cássio. Porém, a reação corintiana foi imediata.

Apenas dois minutos depois, em um rápido contra-ataque, Renato Augusto arriscou um chute de fora da área. A bola desviou na defesa adversária e Alexandre Pato conseguiu o rebote e, com um chute forte e certeiro, deixou a partida empatada em 1 a 1.

Apostando em seu setor ofensivo para garantir o jogo, o Bragantino partiu para o ataque e logo teve sua recompensa: após cobrança de falta de Diego Macedo, Lincom finalizou. Cássio chegou a espalmar a bola, mas ela bateu na trave direita e atingiu a rede corintiana.

A partir daí, o Corinthians passou a atacar ainda mais, buscando ao menos um empate, que chegou como um verdadeiro milagre no último lance do jogo. Depois de um escanteio, o zagueiro Raphael tocou a bola com as mãos dentro da área e cedeu um pênalti, convertido com precisão por Guerrero.

Relacionados