thumbnail Olá,

Com gol logo no início do clássico, artilheiro do Carioca chegou a oito gols e decidiu o jogo. Alvinegros tem muitas chances, mas pecam nas finalizações.

Com a vitória na noite de hoje, o Flamengo conseguiu assegurar a primeira posição do grupo B, com 19 pontos dos 21 disputados. Em segundo vem o Fluminense, com 15. Agora o rubro-negro joga por um empate na semifinal da Taça Guanabara. No embate contra o Botafogo, faltou capricho para ambos os lados, mas o time de General Severiano conseguiu "superar" o Flamengo no quesito 'gols perdidos' e saiu derrotado. Ainda assim, os alvinegros se mantém na liderança do grupo A, com 15 pontos, 1 a mais que o Vasco, segundo colocado.

Na próxima rodada, o Flamengo encara o Olaria fora de casa enquanto o Botafogo recebe o Boavista no Engenhão - o time de Saquarema é o terceiro colocado do grupo B e ainda busca a classificação, enquanto o Olaria é o lanterna na classificação geral do campeonato.

'Brocador' marca no início e Fla segura pressão do Bota em bom primeiro tempo

Quando a fase é boa, tudo dá certo - já explica o dito popular. E aos 3 minutos, Hernane aproveitou bola pingada na área, após desvio de González no escanteio e tocou de canela para abrir o placar no clássico. A resposta do Botafogo foi rápida, com um chute na trave de Fellype Gabriel um minuto depois. E ficou longe de parar por aí.

Como o gol do Flamengo foi logo no início, os alvinegros pareceram "ignorar" o tento, e com muita velocidade criaram chances mas não conseguiram aproveitar. Aos 5, Vitinho teve chance incrível de marcar após arrancada de Seedorf pela esquerda mas acabou jogando pra fora. Ainda aos 8, Rafinha também teve a chance pelo lado rubro-negro, mas Jefferson salvou com os pés. Pouco depois, Bruno Mendes chutaria em cima de Felipe e Lodeiro também parou no goleiro flamenguista, após chute no canto. Apesar de estar na frentr do placar, o Fla tinha dificuldades pra criar chances claras e saiu no lucro com o fim da primeira etapa.

Show de gols perdidos mantém placar magro, mas Fla vence

Com Carlos Eduardo substituído, entrou o jovem Rodolfo na segunda etapa no Flamengo. E Bruno Mendes, inoperante, também deixou o gramado e deu lugar a Sassá. As substituições no entanto mudaram pouco na partida, que começou lenta e só foi readquirir o ritmo alucinante da primeira no meio da última etapa.

Aos 14, Antônio Carlos assustou a torcida do Flamengo com cabeceio que saiu rente à trave, mas quem levou os rubro-negros ao desespero foi Rodolfo, aos 17: ele recebeu em profundidade, driblou Jefferson mas na hora de bater... mandou por cima. Chance inacreditável desperdiçada pelo garoto. Com 26, nova chance para o Fla e quase Hernane marca o seu segundo, mas Bolívar chegou na hora H para fazer o corte - já dentro da pequena área.

Ibson também teve sua chance de balançar as redes, mas "conseguiu" perder a segunda e última chance incrível do time da Gávea no jogo, quando aos 33 recebeu cruzamento de Rafinha - um dos melhores do Flamengo - e tocou por cima da meta. O Botafogo não teve forças, mesmo apenas um gol atrás no placar, para chegar ao empate, vendo o jogo se aproximar e Seedorf, disparado seu melhor jogador, cair de produção. Uma certa dependência do camisa 10 vem rondando a equipe alvinegra, o que certamente precisa ser corrigido pelo técnico Oswaldo de Oliveira.

Relacionados