thumbnail Olá,

Na ausência de Ronaldinho Gaúcho, Tardelli atuou mais recuado, com Luan, Bernard e Jô formando o trio ofensivo. Alecsandro marcou seu primeiro gol com a camisa atleticana.

Depois de vencer o Tombense na primeira rodada por 2 a 1, o Atlético teve um pouco menos de trabalho para bater o segundo adversário, chegar aos seis pontos e nos critérios de desempate ultrapassar o Cruzeiro, liderando o Campeonato Mineiro no momento.

Poucas chances e vitória encaminhada

Logo aos 10 segundos de jogo, Bernard balançou as redes do Araxá. Réver chutou da defesa logo após a saída de bola, Tardelli dominou e carimbou a trave, mas Bernard estava em posição de impedimento e o gol relâmpago não foi validado. Após estrearem contra o São Paulo pela Libertadores e não se destacarem, o atacante e ídolo da torcida Diego Tardelli e o jovem Luan iniciaram bem o jogo, e o foi o atacante ex-Anzhi quem enfiou a bola para Jô abrir o placar. Aos 22 minutos, ele conseguiu o giro sobre a marcação e bateu no cantinho, sem chances para o goleiro.

Apesar do início eletrizante, o Atlético pareceu se acomodar um pouco na partida e não forçou o resultado a partir da vantagem no placar. Aos 42, o Araxá chegou a assustar o goleiro Victor em cabeçada de Rodrigão, completamente livre dentro da área, que acabou saindo por cima.

Pintura de Bernard mata o jogo e Alecsandro completa a goleada

Com 11 minutos, o experiente Tardelli tentou aproveitar sobra dentro da área e emendar de esquerda, mas acabou pegando muito embaixo da bola e mandando direto pra fora. Mal sabia o artilheiro que, pelo menos dessa vez, foi o jovem Bernard quem daria aula, na ausência de Ronaldinho Gaúcho. Aos 23, o atacante revelado no Galo dominou na entrada da área pela esquerda e soltou uma bomba de pé esquerdo, que ainda tocou no travessão antes de entrar.

O gol foi o golpe fatal para um Araxá que se arriscava muito pouco ao ataque. E vieram as substituições de Cuca, para dar ritmo de jogo ao maior número de jogadores possível neste início de temporada. Aos 34, Réver foi malandro e desviou de cabeça, mesmo de costas, após cobrança de escanteio - a bola saiu muito póxima à trave esquerda do goleiro Marcelo Cruz, que só olhou.

Até que aos 41, Alecsandro, que havia entrado no lugar de Jô, aproveitou a garra de Araújo (outro que entrou no decorrer do jogo), pegou a sobra dentro da área e bateu de primeira no canto para marcar seu primeiro gol com a camisa alvinegra, comemorando com a famosa careta, em homenagem ao seu pai, o ex-jogador Lela. O terceiro tento deu números finais à partida e dessa vez R10 parece não ter feito tanta falta aos comandados de Cuca.

Relacionados