thumbnail Olá,

Jogo teve ritmo bom, boas chances e um Rafinha inspirado

O primeiro Clássico dos Milhões foi mais corrido do que muitos esperavam. Flamengo e Vasco fizeram jogo disputado, com muitas chances criadas, alguns golaços e que terminou com vitória para o lado rubro-negro. O resultado de 4 a 2 foi suficiente para alegrar a maior torcida do Brasil e deixar os vascaínos preocupados.

Com a vitória, o Flamengo assume a liderança do Grupo B, com 10 pontos. Enquanto isso, o Vasco permanece como primeiro do Grupo A, com nove. Na próxima rodada, o rubro-negro encara o Nova Iguaçu e a equipe alvinegra recebe o Bangu.

O jogo

A partida começou bastante movimentada e com os dois times arriscando jogadas em velocidade. Enquanto Rafinha era a principal arma do Flamengo, Eder Luis fazia todo o trabalho de criação pelo Vasco. E os primeiros minutos ficaram no equilíbrio.

Aos 19 minutos, o Vasco teve a primeira boa chance com Bernardo, mas Felipe defendeu. Porém, foi com 24 minutos, que o zero saiu do placar. Ibson fez excelente lançamento em profundidade para Rafinha, que tentou driblar Alessandro e acabou desarmado. A bola sobrou para Hernane, que chutou para o gol vazio.

O gol deixou o clássico mais quente e com chances para os dois lados. E as duas equipes não desperdiçaram muito. Aos 29, Rafinha puxo contra-ataque pelo meio, abriu com Elias e viu o meia cruzar na medida e Nixon colocou de peito no gol.

Porém, no minuto seguinte, Bernardo cobrou falta para área, a zaga do Flamengo parou e Pedro Ken diminuiu o prejuízo. E o gol deu motivação para o Vasco, que partiu para tentar o empate e perdeu três excelentes oportunidades que custaram caro.

Após o intervalo, o Flamengo aproveitou bobeira do rival e ampliou novamente. Com três minutos de segundo tempo, o Vasco errou passe no meio e Rafinha ficou com a bola. O meia correu pela esquerda, driblou dois marcadores e tocou para o lado. Cléber Santa pegou de primeiro e anotou um golaço.

O Vasco não sentiu tanto o gol e continuou buscando o resultado. Mas a equipe voltou a perder chances preciosas e ainda sofreu mais um golpe. Rafinha recebeu bola no meio, venceu na corrida dois marcadores, inclusive Dedé, e chutou na saída de Alessandro. Goleada no clássico.

Aos 27 minutos, o Vasco anotou o golaço dele. Dakson recebeu na meia-direita, avançou até perto da área e soltou uma bomba no angulo de Felipe. Porém o bonito gol não interferiu no resultado e a vitória do Flamengo foi garantida e marcada pelo 4 a 2.



Relacionados