thumbnail Olá,

Tricolor baiano conquistou vaga com gol no final do jogo

Mais uma vez a estrela tricolor brilhou no Estádio de Pituaçu.

Assim como aconteceu diversas vezes na história, como o gol de Fito no Ba-Vi que deu o heptacampeonato baiano ao tricolor em 1979, o gol de Raudinei, em 1994, quando o tricolor se sagrou bicampeão baiano, a estrela brilhou novamente.
 
Em uma partida difícil, onde o Bahia procurou o gol a cada instante e não desistiu até o último minuto, com um gol de Rafael Donato aos 43, o tricolor venceu o Vitória da Conquista e está na final do Campeonato Baiano.

Na grande final, o Bahia enfrentará o Vitória-BA, em dois jogos, com o Tricolor jogando por dois resultados iguais e decidindo a segunda partida em Pituaçu, vantagem que o clube não possuia desde 1994.

O JOGO
 
O jogo começou e a tônica foi o Esquadrão de Aço em cima, tentando marcar o gol e o Bode se defendendo, já que o empate lhe dava a classificação para a final.
 
O Bahia teve uma grande chance com Morais, que após troca de passes, entrou na grande área e chutou forte para boa defesa do goleiro Rodolfo. Outra boa chance foi em uma cobrança de falta do lateral-direito Coelho, que novamente Rodolfo defendeu.

Ainda no primeiro tempo, Diones e Fahel arriscaram de fora da área e assustaram o goleiro conquistense.
 
Na segunda etapa a partida continuou igual, com o Bahia em cima e o Conquista se defendendo. Então, o técnico Paulo Roberto Falcão tirou o volante Diones e colocou o atacante Júnior.

Mesmo com mais posse e mais volume de jogo, o Tricolor não conseguia fazer o gol e a partida ficou nervosa. A torcida tricolor incentivava o time e aos 43 do segundo tempo acabou o sofrimento.
 
Gabriel, o 'garçom', cruzou na área e Rafael Donato e seus 1,93m, subiu e cabeceou para o gol, fazendo explodir o Estádio de Pituaçu.
 

Relacionados