thumbnail Olá,

Pênalti nos acréscimos definiu o clássico

Vasco e Flamengo empatavam em 1 a 1, já nos acréscimos, quando Léo Moura foi derrubado dentro da área. Ronaldinho converteu o pênalti para marcar o gol da vitória e aliviar a crise rubro-negra dos últimos dias.

O Vasco começou levemente superior na partida, mas quem abriu o marcador, logo aos 17 minutos, foi o Flamengo. Vágner Love girou sobre a marcação de Rodolfo e bateu para o gol já caindo no chão. Fernando Prass espalmou e Deivid apareceu para apanhar o rebote e mandar para as redes.

Após o gol, o Vasco partiu para cima e avançou sua marcação, tomando a iniciativa do jogo e deixando o Flamengo com a opção de contra-atacar. A equipe cruzmaltina não conseguiu criar muitas chances, a não ser em chutes de longa distância e em bolas paradas.

No início do segundo tempo, veio o gol de empate vascaíno. Alecsandro recebeu na área e bateu para o gol, a zaga do Flamengo travou e a bola sobrou para Diego Souza, que apareceu para mandar para o gol.

O Vasco pressionou com força logo depois de marcar, mas não conseguiu transformar a pressão em gols. Depois, a partida ficou equilibrada e brigada no meio-campo, mas com muitos erros técnicos dos dois lados e poucas jogadas trabalhadas que ameaçassem mudar o marcador.

O gol da vitória só sairia nos acréscimos, quando Léo Moura foi derrubado por Fernando Prass dentro da área. Pênalti que Ronaldinho bateu com categoria para definir o marcador.

Relacionados