thumbnail Olá,

Apesar do elenco reduzido, treinador faz história no Alvinegro

O Botafogo vive uma fase mágica. Com um elenco pequeno e sem grandes craques, vem fazendo grande campanha na Libertadores e, sem dúvida, o trabalho de Jair Ventura é o principal responsável por essa boa fase.

O início da trajetória começou em 2016, quando assumiu o Alvinegro à beira da zona de rebaixamento e rapidamente detectou os defeitos deixados por Ricardo Gomes e implantou sua maneira de jogar. E de lá para cá, não só tirou o time da fase ruim, como também está nas quartas de final da Libertadores, após ter eliminado campeões como Colo-Colo, Atlético Nacional e Nacional.

Com um trabalho impecável à frente do Botafogo, não seria exagero afirmar que Jair Ventura pode ser considerado o principal treinador do clube nos últimos anos. Enquanto Cuca passou por General Severiano entre 2006 a 2008, acumulando 70 vitórias, 38 empates e 30 derrotas, outro comandante que também realizou um grande trabalho foi Oswaldo de Oliveira por dois anos. 

No total, foram 133 jogos, com 64 vitórias, 38 empates e 31 derrotas. O técnico foi campeão carioca em 2013 e alcançou a quarta posição no Campeonato Brasileiro, além de colaborar na formação de jovens atletas.

Jair Ventura Botafogo 12 12 2016
Foto: Vitor Silva / SS Press

Desta forma, atualmente, com uma folha salarial muito abaixo dos times "ricos", Jair consegue jogar de igual para igual com qualquer elenco, mesmo diante das carências em algumas posições, principalmente no setor ofensivo. 

Com o grupo nas mãos e com a confiança dos torcedores, o Botafogo, ao lado de Jair Ventura pode escrever mais um capítulo em breve. Nesta quarta-feira (13), o Alvinegro recebe o Grêmio, no estádio Nilton Santos, no jogo de ida das quartas de final da Libertadores. 

 

 

 

Relacionados