thumbnail Olá,

Zagueiro tinha acordo com o São Paulo, mas terá que ficar preso até abril de 2016

O Supremo Tribunal Federal da Alemanha negou nesta terça-feira o recurso dos advogados de Breno e assim o zagueiro, que tinha um acordo com o São Paulo, terá que cumprir o restante da pena na prisão até abril de 2016.

O jogador incendiou a sua própria casa em Munique em setembro de 2011 e foi condenado a três anos e nove meses de regime fechado.

O recurso alegava que Breno estava sob efeito do álcool e remédios e por isso não poderia ser responsabilizado pelos seus atos.

No final do ano passado, o São Paulo anunciou um acordo para ter o zagueiro por três temporadas, inclusive o nome dele foi inscrito no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Relacionados