thumbnail Olá,

A inauguração do estádio do Grêmio, que contou com a presença do Hamburgo, foi apontada como uma noite de escândalos

O que era para ser uma festa de gala para marcar a abertura triunfal da nova Arena Grêmio acabou se revelando um evento caótico, ao menos para os alemães.

Ao narrar as aventuras do Hamburgo em terras brasileiras, a publicação Bild.de destacou o péssimo estado do gramado e as brigas nas arquibancadas, que surpreenderam negativamente a equipe alemã. "Era letal. Eu pedi para o árbitro parar, jogar futebol era quase impossível", revelou o zagueiro Diekmeier.

O diretor esportivo Frank Arnesen ainda foi além, ao se referir à torcida como "loucos". "Foi só meia hora e a polícia invadiu a arquibancada com bastões e distribuindo voz de prisão", detalhou.

Apesar da estrutura que ainda contou com espetáculos musicais, fogos de artifício e homenagens a antigos atletas, segundo o Hamburgo, uma parte importante foi deixada de lado: os vestiários. "Fomos para o chuveiro e depois de duas gotas, foi o fim. Nossa equipe acabou indo para o ônibus seminua e ainda esperamos 35 minutos para a polícia nos escoltar", disse o meia Arslan.

O Bild.de ainda destacou o fato de que o Brasil tem apenas um ano e meio até a Copa do Mundo. Dá tempo de resolver todas essas questões?

Relacionados