thumbnail Olá,

"Bilardo quase o matou", disse Fillol sobre intoxicação em Passarella

o ex-goleiro, Ubaldo Fillol, que jogou por aqui no Flamengo nos anos 80 (e coincidentemente hoje completa 29 anos de sua contratação pelo clube carioca), acusou o então técnico da seleção argentina, Carlos Bilardo, de intoxicar seu ex-companheiro, o zagueiro, Daniel Passarella afim de prejudica-lo na Copa do Mundo de 1986.

"Poucos sabem que, durante esse periodo, eu discuti muitas vezes com Bilardo e o mandei para o inferno na frente de todos. Ele sempre foi muito agressivo comigo e com Passarella, porque éramos identificados com o (Cesar Luiz) Menotti", disse.

"Ele me fez jogar todas as partidas das eliminatórias, mas com Daniel (Passarella), em vez disso, ele levou para o torneio, mas deu-lhe um purgante que, por poucoo mata ", confessou o ex-goleiro em entrevista ao jornal La Gaceta de Fillol Tucumán.

Pouco antes da Copa do Mundo, Passarella sofreu problemas intestinais e não se recuperou a tempo de jogar, apesar de ter feito parte da seleção argentina que iria ganhar a taça então.

Fillol reafirmou suas palavras:

"É, literalmente, tudo o que sabemos, mas ninguém se atreve a dizer isso. Não tenho nenhum problema. Onde estava Passarella durante o Mundial do México? Internado com uma diarréia infernal", completou.

Relacionados