thumbnail Olá,

Ex-jogador levantou suspeita de que o técnico teria um esquema com Galeano por contratação de atletas

O técnico Luis Felipe Scolari entrou na Justiça para processar o ex-jogador Edmundo e pediu R$ 100 mil por danos morais.

A razão foi que o atual comentarista da TV Bandeirantes falou em rede nacional que o treinador teria contratado jogadores do São Caetano por conta de um suposto esquema com Marcos Aurelio Galeano, então assistente do técnico, e Magrão, agente de jogadores.

"Ele é culpado, porque ele autorizou nove contratações, nove jogadores (voz com exaltação)! Nove (voz com exaltação)! Do São Caetano! Não pode né! O Palmeiras não pode contratar nove (exaltação) do São Caetano. Tem que mandar investigar uma ligaçãozinha aí entre Galeano e Magrão, que aí a gente começa a descobrir um monte de coisa”, disse o comentarista em um programa de TV no dia 16 de setembro.

O advogado de Felipão, Evaristo Araújo, afirmou que a “a acusação é caluniosa e desprovida de quaisquer provas".

"A indenização fixada em R$ 100.000,00 (cem mil reais) não se mostrará exacerbada, pois não implica em enriquecimento indevido do Autor, não configura prejuízo ao patrimônio dos Réus e, efetivamente,atende à finalidade de desestimular condutas similares por parte dos Réus”, defende o advogado de Luiz Felipe Scolari", disse o advogado ao site UOL.

No dia 28 de setembro, Felipão ganhou uma liminar em que obriga a TV Bandeirantes tirar o vídeo com as declarações de Edmundo do site da emissora.