thumbnail Olá,
Ao Vivo

Brasileirão Série A

  • 29 de setembro de 2012
  • • 18:30
  • • São Januário, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
  • Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro
  • • Público total: 8213
3
TF
1

Vasco 3 x 1 Figueirense: Virada garante mais uma rodada no G4

Vasco 3 x 1 Figueirense: Virada garante mais uma rodada no G4

flickr.com

Ameaçado de sair da zona da Libertadores, Vasco bate o Figueirense de virada por 3 x 1 e chega a 52ª rodada consecutiva no G4. Luan, Tenório e Juninho marcaram. Caio descontou.

Desde a 14ª rodada do Brasileirão-2011 que o Vasco da Gama não sabe o que é estar fora da zona de classificação para a Libertadores da América. Neste sábado, após um momento de forte oscilação, com queda de treinador e sequência de cinco jogos sem vitória, a equipe de São Januário pegou o Figueirense correndo risco de quebrar sua série histórica.

Contudo, com uma atuação ainda distante do brilhantismo de tempos atrás, o Time da Virada fez valer seu apelido e bateu o time catarinense por 3 x 1. Luan, Tenório e Juninho marcaram para o Vasco. Antes, Caio abriu o placar.

Com a vitória, o Vasco chega aos 47 pontos e não pode ser ultrapassado pelo quinto colocado, São Paulo. Já o Figueirense segue padecendo na penúltima colocação, com 22 pontos.

Jogo igual na primeira etapa

Atuando em seus domínios, o time vascaíno tomou a iniciativa da partida em seus primeiros minutos, trabalhando a bola em seu campo de ataque. Por sua vez, os comandados de Márcio Goiano, buscando somar algum ponto, vieram a campo com a clara e manifesta estratégia de sair apenas em contra-ataques.

Aos 12, depois de o Vasco rondar com perigo sua área, o Figueira aproveitou a chance que surgiu após cobrança de escanteio de Juninho, aos 12 minutos. Felipe bobeou na sobra de bola e entregou a pelota para Claudinei. Esperto, o volante lançou Caio, que, na cara de Fernando Prass, tocou por baixo e abriu o placar.

O gol inesperado abalou o emocional cruzmaltino. Errando muitos passes fáceis,  os donos da casa só foram se reencontrar aos 21, em cabeçada perigosa de Alecsandro, que Wilson defendeu. Pouco depois, Alecgol teve nova oportunidade, mas não alcançou o cruzamento rasteiro de Tenório.

O Figueirense seguia apostando na velocidade e quase ampliou aos 32. Helder tabelou com Aloisio e invadiu a área. O chute do meia, de bico, raspou a trave de Prass.

A resposta dos cariocas veio dois minutos depois. Juninho dominou bonito o lançamento de Felipe e, com a classe de sempre, encontrou Luan nas costas da zaga. O zagueiro improvisado na lateral-direita bateu rasteiro, sem chances para Wilson.

O empate acalmou os ânimos vascaínos. Tanto que mais nada foi criado até o apito final do árbitro.

Vira-vira com Tenório e Juninho

Precisando de mais um gol, o Vasco retornou dos vestiários com o pé no acelerador. O time cruzmaltino, explorando os lados do campo, chegava com perigo e, logo aos cinco minutos, alcançou a virada. Juninho foi no fundo e centrou para Tenório. O equatoriano antecipou a marcação e, de cabeça, mandou para o barbante.

Com a vitória debaixo dos braços e um adversário abatido em campo, foi só administrar. Juninho demonstrava vitalidade de menino e, aparecendo em todas as partes do gramado, regia a equipe.

Marcelo Oliveira, ainda invicto no comando vascaíno, colocou Eder Luis e Jhon Clay para dar sangue novo ao time. Com os dois em campo nas vagas de Tenório e Felipe, o Vasco ganhou em velocidade, mas acabou perdendo qualidade de passe.

Faltava apenas o gol do Maestro. E ele veio aos 34 minutos. Wendell cobrou córner para a área e Dedé recolheu a espanada da defesa alvinegra. O zagueiro percebeu a aproximação de Juninho e saiu da frente da bola. O chute do camisa 8 entrou como um foguete no ângulo de Wilson.

Houve mais dez minutos de festa em São Januário até o árbitro sacramentar o 3 x 1, que serviu para comprovar que o craque Juninho e o time do Vasco ainda têm muita lenha para queimar.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.
   

Relacionados