thumbnail Olá,
Ao Vivo

Campeonato Brasileiro

  • 11 de novembro de 2012
  • • 17:00
  • • São Januário, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
  • Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha
  • • Público total: 7036
1
TF
1

Vasco segura empate com o Galo, e afasta mineiros do título

Vasco segura empate com o Galo, e afasta mineiros do título

Marcelo Sadio/vasco.com.br

Com duas expulsões e lances polêmicos, o Gigante da Colina acabou com a série de derrotas e empatou com Atlético-MG.

Mesmo brigando pelo título, o Atlético-MG não teve forças para superar o Vasco em São Januário. Saindo na frente do marcador, mas jogando com um jogador a menos boa parte do jogo, o Galo cedeu o empate e assim acabou perdendo a segunda colocação na tabela para o Grêmio e deu adeus a possibilidade de título brasileiro.

Início equilibrado

As duas equipes iniciaram o jogo de forma bastante comedida, buscando abrir espaços pelos flancos, mas sem se descuidar do sistema defensivo. O Galo é quem levava mais perigo, sempre com faltas nas laterais do campo. Bernard e Ronaldinho tiveram duas oportunidades nos primeiras dez minutos de jogo, mas sem levar perigo ao gol de Fernando Prass.

Da mesma forma, Juninho levava perigo para Victor também em faltas laterais. O jogo seguia bastante monótono na sua primeira metade. Tenório era quem tentava mais, mas não tinha vantagem sobre os defensores do Galo. Um jogo muito disputado no meio-campo, mas sem chances de gol.

Vantagem psicológica

O Vasco não chegava, mas em lance isolado acabou encontrando o seu gol, que foi mal anulado. Em jogada de Alecsandro, Wendel recebeu na área e mandou para a rede. Porém, o árbtrio pegava uma falta técnica de Wendel, que teria pedido a bola para seu companheiro, Felipe, que deixou ela passar.

Com o gol anulado, o Vasco parece que sentiu. Minutos seguintes e o Atlético armou uma jogada de ataque com Escudero, que invadiu a área e foi derrubado por Douglas. Pênalti. Na cobrança de Ronaldinho, bola para um lado, goleiro para o outro e vantagem do Galo. 1 a 0.

Com o gol sofrido, o Vasco ia amargando sua sétima derrota consecutiva no Brasileirão. O Atlético seguia soberano na partida. Ronaldinho aos 39' e acerta a trave de Prass.

De volta ao jogo

Quando a história do jogo pendia para uma vitória tranquila do Atlético-MG, uma nova ação da arbitragem, dessa ver acertada, deu novos rumos. Em chegada dura, de sola, de Serginho e Juninho, o jogador do Galo acabou sendo expulso acertadamente. Com um homem a mais o Vasco saiu para o jogo em busca do empate. Tenório, aos 43', acertou a trava de cabeça, mas o júiz pegava impedimento no último lance de perigo da primeira etapa.

Galo desacelera, mas sai o gol do título

O segundo tempo inicia com o Atlético-MG buscando manter a posse de bola. Para equilibrar a falta de um jogador a equipe do Galo buscava não acelarar as jogadas, mantendo assim o domínio do jogo. O Vasco parecia não ter força para buscar uma reação. Tudo ia se encaminhando para o Galo, até que Felipe fez o que sabe melhor. Aos 6", o meia encontrou Alecsandro com um lindo passe. O 9 do Vasco recebeu girando sobre o marcador, e batendo forte, empatou o jogo para o Vasco. Alecnsadro fez o gol que dava o título Brasileiro para o Fluminense, já que com o empate o Galo já não tinha mais chances de alcançar o Flu.

O Vasco seguia pressionando, buscando a virada. Ronaldinho e Bernard se dedicavam aos contra-ataques, mas sem sucesso. Aos 17" da etapa complementar, Wendel recebeu na área, driblou Victor e marcou o gol da virada, mas o lance já era anulado por impedimento.

O Vasco sufoca, mas o Galo leva perigo e volta a briga pelo título

Com maior posse de bola e volume de jogo, o Vasco definitivamente mandava no jogo. Aos 21" Max recebeu na área e bateu firme para grande defesa de Victor. Na sequência Juinho cobrou falta para Feltri que foi ao fundo e cruzou, mas ninguém na área para marcar.

O Galo sofria a pressão, mas não estava morto. Aos 25" Guilherme entrou a dribles na área, e na cara de Fernando Prass esnobou e tenou encobrir Fernando Prass que fez defesa com tranquilidade. Ao mesmo tempo que o Galo perdia gols, o Palmeiras colocava a equipe mineira de volta na briga pelo título, marcando um gol de empate diante do Fluminense.

Crescendo no jogo

Com o gol palmeirense, o Galo parecia ganhar novo ânimo na partida. Aos 29" Ronaldinho lançou Berola, que driblou Prass, mas escorregou na hora da finalização, perdendo chance incrível. A equipe mineira agora parecia jogar de 11 contra 11. O Vasco voltava a ficar acuado e só tinha a bola parada como alternativa.

Com a sequência do jogo, as coisas ficaram ainda melhores para o Galo. Aos 35" foi a vez do Vasco fazer uma bobagem. Douglas fez falta dura, sofrendo o segundo cartão e sendo expulso, deixando as duas equipes em iguais condições.

De volta na briga, mas caíndo para terceiro

Ao mesmo tempo que a equipe do Galo mostrava condições de reagir no jogo, a equipe disperdiçava grandes oportunidades. Aos 43" Ronaldinho puxava contra-ataque e na hora do passe para Guilherme, o R49 inventou e errou no lance. No mesmo instante, o Grêmio virava diante do São Paulo, no Olímpico, e assumia a vice-liderança já que o Galo apenas empatava.

No último lance do jogo, o Galo ainda teve a chance de vitória. Ronaldinho cruzou bola na cabeça de Réver que mandou no ângulo, mas Fernando Prass fez um milagre segurando o empate no placar. Vasco 1, Atlético, agora terceiro colocado, 1. Após o final do jogo do Galo, o Fluminense ainda conseguiu mais um gol diante do Palmeiras e acabou conqsuitando o título do Brasileirão 2012.

Relacionados