thumbnail Olá,
Ao Vivo

Copa das Confederações

  • 30 de junho de 2013
  • • 13:00
  • • Arena Fonte Nova, Salvador, Bahia
  • Árbitro: D. Haïmoudi
  • • Público total: 43382
2
PEN
2

Itália venceu por 3 - 2 nos pênaltis

Uruguai e Itália se enfrentaram.

Uruguai 2 (2) x (3) 2 Itália: Buffon brilha e Azzurra vence nos pênaltis

Uruguai e Itália se enfrentaram.

Getty Images

Em partida movimentas e marcada por golaços de faltas, o terceiro lugar só foi decidido nas penalidades

A Itália saiu sorridente pelo menos na disputa de terceiro lugar. A equipe ficou no empate por 2 a 2 com o Uruguai e conseguiu vencer nos pênaltis por 3 a 2. O trauma da eliminação nas semifinais para Espanha também nos pênaltis foi deixado para trás.

Durante o tempo regulamentar, os dois times tiveram momentos de domínio e o empate foi mesmo merecido. Astori abriu o placar para a Itália ainda primeiro tempo, enquanto o Uruguai conseguiu o empate com Cavani. Porém, Diamanti voltou a colocar a Azzurra na frente e o próprio Cavani voltou a deixar tudo igual.

Itália abre o placar em bom primeiro tempo

Mesmo com o time desfalcado e mal fisicamente, a Azzurra entrou começou o jogo com mais posse de bola e procurando jogar sem correria. Enquanto isso, o Uruguai fazia exatamente o oposto, com jogadas em velocidade principalmente com Cavani e Luis Suárez.

Aos oito minutos, após cobrança de falta na área, Chiellini tentou uma cabeçada e assustou Muslera pela primeira vez no jogo. O Uruguai respondeu três minutos depois. Forlán cobrou falta da entrada da área e Buffon fez a defesa com total segurança.

A partida perdeu um pouco de ritmo, mas os dois times continuavam jogando do mesmo estilo. Até que aos 23 minutos a Itália saiu na frente. Diamanti bateu falta na lateral do campo direto para o gol, Muslera falhou na saída, a bola bateu nas costas dele e sobrou para Astori colocar no fundo do gol.

A equipe sul-americana tentou responder, mas parou na arbitragem. Aos 31, Forlán cruzou falta com perfeição, Cavani saiu na frente da zaga e empatou. Porém, o bandeira marcou impedimento corretamente. Cinco minutos depois um novo chute de Maxi Pereira e mais uma boa defesa de Buffon. Final do primeiro tempo e vitória parcial da Itália.

Golaços de falta e empate

Depois do intervalo, o Uruguai voltou com outro espírito e começou a dominar totalmente a posse de bola, criando jogadas tanto em velocidade como em passes curtos no meio de campo. A Itália parecia finalmente sentir o cansaço e começou a só olhar o jogo.

Com isso, aos 58, o empate aconteceu. Após saída de bola errada da Itália, Gargano puxou ataque pelo meio, de passe preciso para Cavani e o atacante chutou na saída de Buffon para deixar tudo igual. E o gol animou a equipe sul-americana.

Aos 66, Forlán conseguiu boa jogada pela esquerda, entrou na área e chutou para boa defesa de Buffon. No rebote, o jogador do Inter voltou a chutar forte e o goleiro da Itália fez defesa espetacular com o pé. Porém, aos 73, Dimanti cobrou falta da entrada da área com perfeição e voltou a colocar a Azzura na frente. 2 a 1.

E a resposta do Uruguai veio rápida e na mesma moeda. Aos 78, Cavani cobrou falta muito bem, Buffon saiu um pouco atrasado e o placar voltou a ficar na igualdade. Logo depois, a partida voltou a ficar equilibradas e com chances raras. Final dos 90 minutos e prorrogação.

Poucas chances

A prorrogação começou em ritmo lento, com as duas equipes criando pouco e tocando muito a bola de lado. O Uruguai, com um pouco mais de fôlego, até arriscou alguns jogadas em velocidade, mas nada conseguiu. Um importante lance aconteceu apenas com Suárez.

Na segunda etapa, um susto já aconteceu para a Itália. Montolivo fez falta em Luis Suárez, levou o segundo cartão amarelo e deixou o Uruguai em vantagem numérica de jogadores em campo. Porém, o cansaço era maior que a vontade das duas equipes. Final de jogo e decisão nos pênaltis.

Buffon brilha e Itália vence

Forlán, Cáceres e Gargano não conseguiram passar por Buffon, enquanto só De Sciglio desperdiçou para a Itália. Resultado? Itália conquista terceiro lugar por 3 a 2 sobre o Uruguai.

Relacionados