thumbnail Olá,
Ao Vivo

Barclays Premier League

  • 22 de dezembro de 2011
  • • 18:00
  • • White Hart Lane, London
  • Árbitro: H. Webb
  • • Público total: 36141
1
TF
1

Tottenham e Chelsea empatam no clássico londrino

Tottenham e Chelsea empatam no clássico londrino

Getty Images

Jogo foi marcado pelas contusões na defesa dos Blues

O Tottenham empatou com o Chelsea por 1 a 1 na tarde desta quinta-feira. Jogando dentro de casa, os comandados de Harry Redknapp não conseguiram superar os rivais londrinos. Os Spurs mantêm a terceira colocação na Premier League, porém veem a vantagem do United aumentar.

O Tottenham veio a campo no 4-2-3-1. Com apenas Adebayor no ataque, o time da casa teve Modric na armação, centralizado. Bale e Van der Vaart ocuparam os lados, enquanto Parker e Sandro montaram uma proteção para a defesa. O técnico Harry Redknapp não pôde contar com Lennon, lesionado.

Villas-Boas armou o Chelsea para atuar no contra-ataque. Com Ramires, Meireles e Mikel no meio-campo, o time não funcionou como dominante na partida, cedendo espaço para os donos da casa. Mata, Sturridge e Drogba formaram o trio de atacantes. Na defesa, ainda sem D. Luiz, o português escalou, mais uma vez, Ivanovic e Terry.

O jogo começou com o Tottenham bastante superior. Logo aos oito minutos, Bale deixou a defesa do Chelsea para trás e cruzou rasteiro. O togolês Adebayor chegou antes de Cech na jogada, vencedo Terry e abrindo o placar. A jogada começou com um ótimo bote de Sandro.

Com a vantagem no placar, os Spurs mantiveram a vantagem no confronto, ameaçando a defesa azul a cada decida de Gareth Bale. Porém, em um lance discutível, o Chelsea encontrou o empate.

Aos 23 minutos, Drogba abriu a bola para A. Cole, que, após o desvio de Van der Vaart, dominou a bola com o auxílio da mão. O lateral arrancou pela esquerda e cruzou para o meio da área. Livre de marcação, Sturridge apareceu livre para concluir. Ekotto errou na marcação do artilheiro dos Blues na temporada.

Após encontrar um gol, o Chelsea cresceu no jogo. Com 29 minutos, Bosingwa lançou a bola em direção à área, e Drogba matou a bola no peito, chutando de primeira. A finalização do marfinense explodiu na trave.

No entanto, com o passar dos minutos, o time visitante sentiu o baque, com a lesão de seus jogadores.  Aos 33, Ivanovic deixou o campo com dores na coxa. P. Ferreira entrou na lateral, abrindo espaço para Bosingwa atuar como zagueiro improvisado. Quando o Tottenham já tirava vantagem dos remendos azuis, Mikel foi substituído por lesão. Romeu entrou como primeiro volante.

O primeiro tempo terminou com o Tottenham forte, pressionando o abalado Chelsea. No intervalo, Pavlyuchenko entrou na posição de Van der Vaart, criando uma dupla de ataque.

Mesmo com o cenário desfavorável, o Chelsea começou melhor o segundo tempo. Com chutes de longa distância, o time visitante ameaçava o gol do norte-americano Friedel. Porém, com um belo passe de Drogba, Ramires desperdiçou uma grande oportunidade. Aos nove, o brasileiro recebeu sozinho, mas chutou rasteiro, facilitando a defesa do arqueiro dos Spurs.

Os Spurs reagiram, tendo um gol impedido aos 13 minutos, em um lance duvidoso. Adebayor finalizou, de ombro, porém o árbitro anulou o lance por impedimento. Mesmo assim, os Blues foram melhores no início da etapa final.

No decorrer do confronto, o Tottenham ganhou espaço, no entanto, o Chelsea foi mais incisivo em suas descidas ao ataque. Harry Redknapp optou por colocar o atacante russo aberto pela direita, limitando suas ações. Sendo assim, o Chelsea, mesmo desfalcado, segurou as ofensivas dos donos da casa. 

Nos últimos dez minutos finais, os dois times apareceram no ataque. Bale e Sandro assustaram P. Cech. Do lado azul, Ramires perdeu uma grande chance, cabeceando, sozinho, pela linha de fundo. Nos acréscimos, Terry ainda salvou o Chelsea, cortando de carrinh, uma finalização de Adebayor.  Porém o placar final foi o mesmo do primeiro tempo.

Com o empate, as posições não mudam na parte de cima da tabela, mas nenhuma das duas equipes saiu feliz de campo. O Chelsea segue inferior aos adversários londrinos nesta temporada.

Relacionados