thumbnail Olá,
Ao Vivo

Recopa Sul-Americana

  • 26 de setembro de 2012
  • • 19:00
  • • Pacaembu, São Paulo, São Paulo
  • Árbitro: Martín Vázquez
2
TF
0

Santos vence por agregado 2 - 0

Santos 2 x 0 Universidad de Chile: na frente da torcida, Peixe carimba sexto título em três anos

Santos 2 x 0 Universidad de Chile: na frente da torcida, Peixe carimba sexto título em três anos

Neymar - Recopa / Getty

Alvinegro aproveita melhores chances e garante mais uma taça no armário!

O torcedor santista pode comemorar: o Peixe é o campeão da Recopa Sul-Americana 2012! Depois de empatar sem gols em Santiago no jogo de ida, os paulistas mandaram o jogo no Pacaembu e não decepcionaram: 2 a 0, gols de Neymar e Bruno Rodrigo, e mais um motivo para soltar o grito!

Camisa 11, líder dos onze

O Santos, ou melhor, Neymar, levou apenas um minuto para apresentar suas credenciais, finalizando com muito perigo da entrada da área. Apesar do indício animador para a torcida presente no Pacaembu, foi a Universidad que teve maior volume de jogo, e conseguiu rondar a área alvinegra por mais tempo. Ainda bem que Neymar estava afim de jogo, e foi através de seu camisa 11 que o Santos levava perigo a seu adversário: aos 17 minutos, ele recebeu lançamento pela esquerda e sofreu falta na entrada da área, mas sua cobrança foi ruim e ficou na barreira.

Nas vezes em que acelerou a definição das jogadas, que foram poucas, a La U assustou os paulistas: Aranguiz arriscou de longe aos 21 minutos e viu a bola passar perto do ângulo de Rafael. No entanto, o Peixe, mais solto na frente, acelerou o jogo e abriu o placar em bela trama coletiva: Felipe Anderson recebeu lançamento na ponta esquerda e recuou para Neymar, posicionado na entrada da área. Ele tocou com André na área, que fez a parede para que o camisa 11 chegasse batendo no cantinho de Herrera: 1 a 0.

A vantagem poderia ter animado o Santos a tomar conta da partida e pressionar os chilenos, mas não foi o que aconteceu: a La U pressionou os paulistas, que saíam cada vez menos ao ataque até o final do primeiro tempo. No finalzinho, a grande chance para encaminhar bem o título: Neymar sofreu pênalti de Rojas nos acréscimos, e ele mesmo se apresentou para a cobrança. Mas o camisa 11 continuou sem sorte: a exemplo do jogo de ida, ele desperdiçou a cobrança, desta vez facilitando a defesa de Herrera.

Cabeça de campeão

Os chilenos voltaram com mais disposição para a segunda etapa, e em cinco minutos perdiam a melhor chance para igualar o marcador em São Paulo, após escanteio cobrado pelo lado esquerdo, a bola sobrou com Ubilla no segundo poste, que cabeceou por cima, meio que no susto. Dez minutos mais tarde, Gerson Magrão evitou a melhor chance de gol da La U, quando Castro recebeu na cara de Rafael e acabou bloqueado pelo ala santista.

Enquanto isso, o Peixe continuava se utilizando de Neymar, e dos contragolpes, para tentar matar a partida em casa: Patito Rodriguez, de atuação razoável, desperdiçou ótima chance em contragolpe pelo lado direito, errando feio em cruzamento para Felipe Anderson. Menos mal que o substituto de Ganso está dando conta do trabalho: aos 15 minutos, ele cobrou falta na intermediária e acertou a cabeça de Bruno Rodrigo, que subiu mais alto que a defesa e ampliou a contagem.

A partir daí, a La U contabilizou mais uma boa oportunidade, em sem-pulo de Lorenzetti aos 25 minutos, mas foi só: sem ímpeto, os chilenos partiram para o ataque de forma afobada, deixando espaços ainda mais generosos para o contragolpe que o Santos, por falta de capricho, deixou de aproveitar da melhor maneira. Mas não fez diferença no apito final: faixa no peito e mais um título no armário do Alvinegro Praiano!
         

Relacionados