thumbnail Olá,
Ao Vivo

Brasileirão Série A

  • 8 de agosto de 2012
  • • 21:50
  • • Vila Belmiro, Santos, São Paulo
  • Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
  • • Público total: 3215
4
TF
2

Santos 4 x 2 Cruzeiro: Meninos da Vila vão bem e garantem vitória

Santos 4 x 2 Cruzeiro: Meninos da Vila vão bem e garantem vitória

Ivan Storti/Santos FC

Em jogo de pouca marcação, mas muitas chances de gol, Peixe levou a melhor e reencontrou a vitória

Na Vila Belmiro, o Santos recebeu o Cruzeiro e conseguiu volta às vitórias, triunfando por 4 a 2 sob o comandando dos garotos, em partida iniciada às 21:50 desta quarta-feira, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Garotos colocam o Santos em vantagem

Depois de terem perdido na última rodada, Santos e Cruzeiro foram para a Vila Belmiro em busca da reabilitação no Campeonato Brasileiro. Principalmente o Peixe, muito próximo da zona de rebaixamento.

Com ambos precisando voltar a vencer, parece que a marcação foi esquecida. Muitos espaços eram dados pelas duas equipes, que tentavam atacar e se esqueciam de cadenciar a partida, calculando seus movimentos e evitando riscos maiores na defesa. Por outro lado, esse comportamento aumentou a emoção.

Em 10 minutos, dos 22' aos 32', o placar saiu do 0 a 0 para se transformar em um 2 a 1 a favor dos donos da casa. Felipe Anderson inaugurou o marcador com uma bomba de fora da área; Borges deixou tudo igual contra o ex-clube, através de um chute no canto; e o garoto Victor Andrade recebeu passe, sozinho, para empurrar para dentro da meta de Fábio.

O lance polêmico ficou por conta de Wallyson que, em posição duvidosa, recebeu passe de Montillo e balançou a rede defendida por Aranha, mas o bandeira invalidou a jogada, dando a vantagem parcial para o Peixe na descida ao vestiário.

Segunda etapa mantém boa média de gols e Santos vence

Celso Roth bem que tentou, mas, para a segunda etapa, pouca coisa mudou. O treinador celeste efetuou duas alterações no intervalo e chegou a parecer que seu time reagiria positivamente ao placar adverso. Logo no início, Ceará cobrou falta da esquerda diretamente para o gol e deixou tudo igual.

A reação, no entanto, parou por aí. Não tardou para que Durval, como um típico centroavante oportunista, aproveitasse um bate-rebate dentro da área cruzeirense e botasse novamente os mandantes em vantagem.

Mais para o fim, a situação da Raposa ficou ainda pior.  Bruno Peres recebeu bom passe na direita, avançou livre e cruzou rasteiro para que Bill, antes irritando os torcedores, pudesse tocar para dentro da meta da Fábio e ser, enfim, aplaudido pelos poucos presentes na Vila Belmiro: 4 a 2.
   
   

Relacionados