thumbnail Olá,
Ao Vivo

Copa Libertadores da América

  • 16 de maio de 2013
  • • 22:30
  • • Estádio Nemesio Camacho (El Campín), Bogotá, D.C.
  • Árbitro: Roberto Silvera
1
TF
0

Agregado 2 - 2, Santa Fe vence por gols fora de casa

Santa Fé 1 x 0 Grêmio: Imortal leva gol no fim e está eliminado da Libertadores

Santa Fé 1 x 0 Grêmio: Imortal leva gol no fim e está eliminado da Libertadores

Santa Fe vs Gremio

Medina marcou aos 35 do segundo tempo e classificou equipe colombiana para as quartas

Por Yuri Gonçalves

Nesta quinta-feira, o Grêmio perdeu para o Independiente de Santa Fé na Colômbia por 1 a 0 e está eliminado da Libertadores. O gol da vitória colombiana saiu dos pés de Medina.

Os gaúchos jogaram pelo empate, mas não resistiram à pressão de Bogotá. O Santa Fé enfrenta o Real Garcilaso-PER nas quartas-de-final.

Com isso, o Brasil perde o quarto representante apenas nas oitavas da competição: apenas Fluminense e Atlético Mineiro seguem com chances de representar o país em uma eventual decisão.

Gaúchos seguram colombianos e mantém o placar igual

O clima no El Campin era de decisão. Afinal de contas, Santa Fé e Grêmio disputavam uma vaga para as quartas-de-final. A torcida colombiana fez o seu papel e empurrou os anfitriões para cima dos brasileiros.

A partida começou como já se esperava. Precisando da vitória, os donos da casa pressionaram nos minutos iniciais principalmente com chutes de longe. Aos cinco minutos, Torres arriscou de fora da área, mas Dida segurou.

Quando tinha a oportunidade, o Grêmio arriscava. No minuto seguinte, Vargas recebeu e chutou forte da entrada da área, mas seu xará, o goleiro Vargas, espalmou.

A altitude influenciou favoravelmente aos colombianos. Além das finalizações perigosas, o Santa Fé investiu em bolas aéreas. Aos 18 minutos, o lance mais incisivo: Borja recebeu cruzamento e cabeceou a bola na trave.

Os donos da casa tiveram uma outra chance aos 42 do primeiro tempo com Cuero, mas Dida se mostrou seguro e evitou o gol.

O Imortal ainda assustou na marca de 43 minutos. André Santos aproveitou a chance dentro da área para finalizar com força, mas Vargas mandou pra fora.

Apesar de ser mais incisivo, o Santa Fé não conseguiu encurralar o Grêmio. Enquanto a equipe comandada pelo auxiliar Roger Machado aos poucos saia nos contra-ataques. O primeiro tempo terminou em 0 a 0.

Santa Fé marca em momento crucial e segue adiante

O Grêmio se comportou melhor no início do segundo tempo, pois além de conter o adversário, conseguia sair perigosamente nos contra golpes.

Entretanto, o Santa Fé continuava senhor do jogo e arriscava nas finalizações. Aos 20 minutos, Dida apareceu bem. Valdés aproveitou um cruzamento na área e subiu livre de cabeça para grande intervenção do goleiro, que conseguiu ser rápido para evitar que o atacante aproveitasse o próprio rebote. Aos 31 uma chance de ouro ao Grêmio, Vargas não conseguiu aproveitar erro da zaga e o goleiro foi mais rápido para evitar o gol.

No momento em que o time brasileiro era melhor, o Santa Fé mostrou eficiência. Aos 35 do segundo tempo, Medina passou por dois zagueiros e mandou na saída de Dida. Um belo gol, e 1 a 0 no escore.

A partir daí, o Grêmio tentou acelerar o jogo, mas claramente ficou desesperado. O duro golpe sofrido na parte final do duelo fez o time brasileiro se atirar para o ataque.

O Imortal ainda teve uma chance clara aos 48 minutos do segundo tempo. Depois de cruzamento da direita, Camilo Vargas espalmou errado, na sobra, Vargas teve a bola do jogo, mas pegou mal na bola e isolou a classificação do Grêmio para as quartas-de-final.

Fim de jogo, festa na Colômbia. Com a eliminação do Grêmio, o Brasil tem apenas dois representantes daqui pra frente na Libertadores.

Relacionados