thumbnail Olá,
Ao Vivo

Brasileirão Série A

  • 30 de agosto de 2012
  • • 21:00
  • • Morumbi, São Paulo, São Paulo
  • Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima
  • • Público total: 15576
4
TF
0

São Paulo x Botafogo: com autoridade e belos gols, tricolor paulista despacha o alvinegro e fica perto do G4

São Paulo x Botafogo: com autoridade e belos gols, tricolor paulista despacha o alvinegro e fica perto do G4

Wagner Carmo/VIPCOMM

Em atuação desastrada da sua defesa, Botafogo volta para o Rio com 4 gols do São Paulo na bagagem. Time paulista mostra velocidade e muito poder ofensivo na fácil goleada.

O São Paulo recebeu o Botafogo no Morumbi pela primeira rodada do returno buscando encostar no grupo dos quatro primeiros colocados e se lançar de vez no rol dos postulantes a uma vaga na Libertadores do ano que vem. O Botafogo foi a campo com Cidinho no lugar de Andrezinho, um dos oito desfalques da equipe alvinegra. E deu São Paulo, que usou e abusou da velocidade e goleou o alvinegro com facilidade.


Velocidade tricolor e golaço de Luís Fabiano

O São Paulo começou o jogo de forma avassaladora, com muita velocidade e alguns lances perigosos. Logo aos seis minutos, os donos da casa abriram o placar com um lindo gol. Jadson lançou Luís Fabiano na velocidade, que driblou Brinner, cortou Jefferson e mandou para o fundo das redes.

O Botafogo tentou trocar alguns passes, para diminuir a velocidade da partida. Porém, toda vez que perdia a bola, Jefferson tinha que trabalhar. Aos 24 minutos, Lucas fez linda jogada passou por quatro marcadores, entrou na área e chutou rasteiro para boa defesa do goleiro da seleção brasileira. No minuto seguinte, um lance polêmico. Cidinho recebeu na área, disputou bola com Rholdolfo e foi calçado, o árbitro Jean Pierre Goncalves Lima‎ mandou seguir.

No final da primeira etapa, o Botafogo começoua  ter mais posse de bola, porém era ineficiente na criação de jogadas. Enquanto isso, o São Paulo esperava uma brecha para tentar matar o jogo. E aos 45 minutos, Lucas foi lançado em contra-ataque, entrou pela direita, chutou forte e Jefferson fez outra boa defesa. Na sequência da jogada, Luís Fabiano arriscou chute, que acertou as redes pelo lado de fora. E a primeira etapa ficou nisso.

Usando e abusando da velocidade, São Paulo constrói a goleada na segunda etapa

A conversa no vestiário pareceu ter surtido efeito, e o Botafogo voltou melhor na segunda etapa. Logo com um minuto de jogo Seedorf cruzou na cabeça de Elkeson, que cabeceou bem e obrigou Rogério Ceni a fazer importante defesa. Percebendo que o Botafogo voltou para o segundo tempo tocando melhor a bola, Ney Franco tratou de fazer a primeira alteração logo aos 8 minutos, colocando Osvaldo no lugar de Paulo Assunção.

Cinco minutos depois, a alteração surtiu efeito: Seedorf errou o passe para Elkeson, e o São Paulo armou  jogada em velocidade. Jadson recebeu na área, foi ao fundo e rolou para Luis Fabiano, que bateu e Jefferson defendeu. No rebote, Osvaldo mandou pro fundo do gol. Aos 15, Lucas pegou a bola na esquerda, trouxe pro meio com liberdade, fintou Lenon e bateu forte da entrada da área, marcando o terceiro gol do tricolor paulista.

Com a derrota praticamente consumada, restou a Oswaldo de Oliveira apostar nos jovens William, Jeferson e Gabriel, que entraram nos lugares de Cidinho, Seedorf e Lenon. O alvinegro até melhorou sua presença no campo de ataque,mas não conseguiu criar boas oportunidades, apesar de toda a luta demosntrada pelos jovens da base.

O time teve diversos escanteios, mas a grande maioria deles foi mal cobrado por Lodeiro, e não houve perigo. Aos 37, Elkeson bateu falta de muito longe, a bola veio variando e Rogério Ceni se esticou todo para defender. A marcação do Botafogo continuava frouxa, e sem esforço o São Paulo transformou a vitória em goleada aos 43 minutos: Cícero lançou Osvaldo pela esquerda, que driblou Jefferson e rolou para o próprio Cícero empurrar para o gol vazio. Num jogo onde a defesa do Bota teve atuação desastrosa, a goleada do São Paulo mostrou o poderio ofensivo do Tricolor, que entra de vez na briga pelas primeiras posições.

Relacionados