thumbnail Olá,
Ao Vivo

Copa Bridgestone Sul-Americana

  • 21 de agosto de 2012
  • • 21:15
  • • Morumbi, São Paulo, São Paulo
  • Árbitro: Sandro Meira Ricci
2
TF
0

São Paulo vence por agregado 4 - 0

São Paulo 2 x 0 Bahia: tricolor repete placar da ida e se garante nas oitavas

São Paulo 2 x 0 Bahia: tricolor repete placar da ida e se garante nas oitavas

Dorival Rosa/VIPCOMM

Após primeiro tempo fraco, Ney Franco muda o time e Willian José marca golaço. Maicon completou o placar

O São Paulo se classificou de maneira tranquila para as oitavas-de-final da Copa Sul-Americana. O time repetiu o placar da ida, 2 a 0, e eliminou o Bahia. Os gols foram marcados por Willian José, que entrou muito bem no segundo tempo, e Maicon.

O tricolor paulista ainda espera o adversário da próxima fase, mas o clube tem jogo importante no próximo final de semana. O time enfrenta o Corinthians, pela 19ª rodada do Brasileirão. O Bahia é eliminado e vai se concentrar no torneio nacional. O time encara o Atlético Goianiense, na próxima rodada.

Muitos erros e poucas chances

Apesar de precisar do resultado, o Bahia não começou partindo para cima e parecia ter muita cautela nas jogadas. O São Paulo também não demonstrava muita vontade e não fazia quase nada, nos primeiros minutos. Somenta a partir dos dez minutos, o time baiano começou a ter mais presença no setor ofensivo.

Aos 11 minutos, Mancini tentou dois chutes de longe e errou o alvo nas duas ocasiões. Porém, quatro minutos depois o meia Lulinha quase abriu o placar. Zé Roberto fez jogada pela direita, entrou na área, dividiu com Paulo Mirando e a bola sobrou para Lulinha, que chutou colocado e quase acertou canto esquerdo de Rogério Ceni.

O São Paulo respondeu dois minutos depois, Cícero recebeu na entrada da área, chutou forte e Marcelo Lomba se esticou para espalmar. Depois desse lance, o jogo virou uma briga de quem errava mais. As duas equipes não conseguiam acertar jogadas e não criavam chances. Lulinha e Zé Roberto eram bem marcados. No tricolor paulista, Lucas errava demais, Jadson não aparecia e Ademilson fazia uma péssima partida. No minuto final, Cortez fez boa jogada pela esquerda e achou Cícero livre na área, porém o meia pegou muito mal na bola e perdeu grande oportunidade. E o primeiro tempo ficou sem gols.

Ney Franco muda e o São Paulo deslancha

As duas equipes voltaram com substituições. O São Paulo tirou Ademilson e colocou Osvaldo. O Bahia entrou com Vander no lugar de Gabriel, que se machucou. Porém, a partida não mudou muito e as duas equipes continuavam a errar demais. Caio Júnior, treinador do Bahia, decidiu colocar Ciro no lugar de Júnior. Mas, foi a mudança de Ney Franco, treinador do tricolor paulista, que mudou o jogo. Willian José entrou no lugar de Jadson e virou referência no ataque.

Aos 17 minutos, Cícero arriscou chute de dentro da área e Lomba defendeu. Mas, três minutos depois saiu o primeiro gol. Willian José recebeu no meio, passou por três marcadores e chutou no cantinho do gol baiano. 1 a 0 e a mão na vaga. Quatro minutos depois, outro gol. Osvaldo recebeu na esquerda, cruzou rasteiro e Maicon completou para dentro do gol.

Com dois gols de vantagem e a vaga garantida, o São Paulo partiu para cima e perdeu boas oportunidades. Aos 28 minutos, Lucas puxou contra-ataque, lançou Paulo Mirando e o zagueiro tentou encobrir Marcelo Lomba, que conseguiu fazer a defesa. Um minuto depois, Willian José recebeu rebote nos pés e, com o gol vazio, chutou em Diones. Aos 33 minutos, Paulo Miranda cruzou rasteiro da direita e Osvaldo tentou de calcanhar, mas Lomba defendeu mais uma.

Com a vaga decidida, o São Paulo ficou tocando a bola e esperando o final da partida, enquanto o Bahia não tinha força e nem vontade para busca o impossível. O time baiano teria que marcar quatro gols, não veio nenhum e o jogo ficou no 2 a 0.

Relacionados