thumbnail Olá,
Ao Vivo

Barclays Premier League

  • 23 de outubro de 2011
  • • 13:00
  • • Loftus Road Stadium, London
  • Árbitro: C. Foy
  • • Público total: 18050
1
TF
0

Chelsea cai diante do QPR

Chelsea cai diante do QPR

Getty Images

Com dois jogadores expulsos, os Blues não tiveram forças para vencer o rival londrino

O Queens Park Rangers venceu o Chelsea por 1 a 0 no estádio Loftus Road. Na tarde deste domingo, os Blues desperdiçaram a oportunidade de assumir a vice-posição do Inglês. Após um pênalti bobo e duas expulsões, o time de André Villas-Boas não conseguiu uma reação diante dos rivais londrinos.

O Chelsea veio ao Loftus Road no seu padrão 4-3-3. Com Lampard, Meireles e Mikel no meio-campo, os Blues tiveram Sturridge, Mata e Drobga como trio ofensivo. Ramires, lesionado, e Torres, suspenso, foram desfalques do time de Stamford Bridge.

Os donos da casa utilizaram o 4-4-2. Com Wright-Phillips e Barton abertos pelos lados, o time do oeste de Londres tiveram Helguson e Taarabt mais à frente. O destaque dos Hoops no jogo foi a dupla de zaga, composta pelos fortes Hall e A. Ferdinand.

O Chelsea começou o jogo com a maior posse de bola, mas sem conseguir a penetração. O QPR conseguiu abrir o placar, sem criar nos primeiros minutos. Aos 9, David Luiz empurrou Helguson dentro da área, dando um pênalti para os donos da casa. O próprio atacante bateu, abrindo o placar do jogo.

Após sair atrás, o Chelsea manteve a maior posse de bola, porém, sem as participações de Mata e Lampard, apagados, o time não conseguia entrar na área. Os Blues só arriscavam de fora da área, sem precisão. Com o decorrer do primeiro tempo, a situação dos comandados de Villas-Boas só iria piorar.

Aos 33 minutos, Wright-Phillips recebeu livre, arrancou e sofreu falta de Bosingwa na antrada da área. O árbitro Chris Foy não pensou duas vezes e expulsou o lateral dos Blues. Com um a menos, o técnico do Chelsea tirou Sturridge, que vinha bem no jogo, e colocou Ivanovic, pensando em recompor a defesa. Porém oito minutos depois, outra expulsão mudaria o confronto.

Drogba acertou um carrinho com os dois pés no tornozelo do adversário. Após o lance violento, mais uma vez, Foy expulsou o jogador do Chelsea diretamente. Sem dois jogadores, Villas-Boas sacou Mata para colocar Anelka como referência. O 4-3-3 virou um 4-3-1.

O primeiro tempo terminou com o Chelsea desfigurado, sem saber como atacar. O QPR tinha o resultado contra os rivais, buscando segurar a vitória.

A etapa final começou com o Chelsea em cima, tentando o empate. O QPR logo entendeu a estratégia dos Blues, que buscavam encontrar espaço no contra-ataque. Deste modo, os donos da casa conseguiam segurar as ofensivas dos visitantes.

A etapa final teve muitos cartões amarelos. Os Blues estavam nervosos no jogo e pouco criaram. David Luiz descia em diversas oportunidades, buscando o ataque, mas sem sucesso. Villas-Boas ainda tentou Malouda na posição de Raul Meireles, porém a desvantagem numérica pesou muito no jogo. Anelka ainda chegou a desperdiçar uma chance, sozinho, errando uma cabeçada de dentro da pequena área.

Com a derrota, o Chelsea perde a oportunidade de assumir a vice-liderança da Premier League. Os Blues voltam a campo pelo Inglês contra outro rival londrino, o Arsenal. A arbitragem de Chris Foy será muito criticada para os lados de Stamford Bridge.

Relacionados