thumbnail Olá,
Ao Vivo

Campeonato Brasileiro

  • 18 de novembro de 2012
  • • 19:30
  • • Canindé, São Paulo, São Paulo
  • Árbitro: Marcelo de Lima Henrique
  • • Público total: 3993
2
TF
2

Grêmio busca empate contra a Portuguesa, mas não salva o Palmeiras

Grêmio busca empate contra a Portuguesa, mas não salva o Palmeiras

Getty Images

Com a vitória da Lusa, o Verdão está matematicamente na segunda divisão. Já o Grêmio se mantém na segunda colocação do Brasileirão.

A Lusa recebeu o Grêmio com a árdua lição de vencer para se afastar da zona de rebaixamento, porém o adversário era o Imortal Tricolor. Mesmo com uma vantagem inicial de 2 a 0 para a Lusa, o Grêmio teve forças para buscar o empate e por pouco não saiu com a vitória. Com o resultado, o Palmeiras estava matematicamente rebaixado.

Início da Lusa

O jogo começou com as duas equipes marcando muito. O Grêmio na busca de conter a Portuguesa e sair nos contra-ataques. A Lusa com uma proposta mais ofensiva, uma marcação agressiva na saída de bola dos gaúchos, que deu muito certo nos primeiros minutos.

O Grêmio tentava sair com Fernando e Souza, porém pressionados as jogadas acabavam sendo recuadas para os zagueiros e a bola rifada no ataque. Moreno e Zé Roberto tentavam segurar a bola, porém sem muito sucesso, já que sempre estavam cercados por dois ou três marcadores. Aos 11', depois de boa troca de passes, Ananias chegou pela ponta esquerda e cruzou para Bruno Mineiro cabecear, com perigo, mas por cima do gol. Na sequência Leo Silva arriscou dois arremates de fora, mas sem perigo.

O Grêmio pouco produziu na primeira metade do primeiro tempo. Zé Roberto era quem tentava organizar as jogadas, mas sem aproximação de Elano e Leo Gago, ficava sempre sem opções.

Grêmio melhora e tem gol mal anulado

Se até os 20' a Portuguesa fazia muito bem a lição de casa, daí em diante a coisa desandou. O Grêmio passou a roubar muitas bolas na intermediária, adiantou seus homens de meio-campo e dominou o setor. Com os volantes avançados, Zé Roberto se movimentava pela faixa de armação do meio-campo e construía boas jogadas por ali. Aos 24', Moreno sofreu falta e Gago bateu forte, mas desviado.

A Portuguesa tentou responder e levou perigo aos 25'. Depois de lançamento na área, Bruno Mineiro escorou e Ananias chegou batendo. Naldo, em cima da linha, fez o corte.

Aos 31' o lance do primeiro tempo. Depois de mais uma grande jogada de Zé Roberto, o 10 sofreu falta. Elano cobrou e Werley cabeceou para as redes. O árbitro anulava mal o lance, já que um defensor da lusa dava condições para o zagueiro tricolor. Instantes mais tarde, Moreno foi lançado na cara do gol, e novamente a bandeira estava levantada em lance de erro para o auxiliar.

Defesas encaixadas, mas a Lusa quase marca

O Grêmio seguia com mais posse de bola e controlando o jogo, no entanto as duas defesas agora levavam vantagem sobre os ataques. O Grêmio não encontrava espaços pelas laterais e a Portuguesa não avançava muito além da intermediária. Porém, em um lance isolado, aos 44', Moisés cruzou para Ananias de cabeça, obrigar Marcelo Grohe a fazer um milagre. O primeiro tempo terminava com um jogo bastante disputado, com o Grêmio em ligeira vantagem.

Vantagem contestável? Ou não

O segundo tempo iniciou com o Grêmio ainda no comando, porém em mais um lance duvidoso a Portguesa consutruiu sua vantagem. Em lançamento na área, Moisés disputou bola com Naldo e caiu na área. O árbitro entendeu que era pênalto. O própio Moisés cobrou para colocar a Lusa em vantagem aos 7" da segunda etapa.

Com o gol, o Grêmio parece ter sentido o jogo e vendo isso o técnico Vanderlei Luxemburgo promoveu três alterações de uma só vez na equipe. Entraram Marquinhos, Leandro e André Lima, nos lugares de Pico, Elano e Marcelo Moreno, tentando colocar o Grêmio de volta no jogo.

Quando tudo levava a crer que o Grêmio voltaria ao jogo, veio o golpe de misericórdia da Lusa. Em grande jogada de Luis Ricardo, o lateral entrou na área e cruzou pára trás, onde Leo Silva chegou finalizando, rasteiro, no canto direito de Marcelo Grohe e sem chances para o goleiro gremista. Portuguesa 2 a 0.

Grêmio ressurge das cinzas

Quando tudo se encaminhava para uma vitória tranquila da Lusa, eis que surge a imortalidade. Em cobrança de falta igual ao gol anulado primeiro tempo, André Lima saiu na cara do goleiro e marcou o primeiro gol do Grêmio, dessa vez validado pela arbitragem. O Grêmio diminuía aos 30" da segunda etapa.

Com o gol, o Grêmio passou a acreditar no jogo novamente e saiu para cima da Lusa. Leo Gago arriscou de longe aos 32" dando um susto no goleiro. Mas aos 34" o dono da festa deu as caras. Revelado pela Portguesa, Zé Roberto fez grande jogada, passou por dois marcadores e tocou na saída do goleiro para empatar o jogo e dar esperança a torcida palmeirense, que esperava por uma vitória tricolor.

Quase a virada

Aos 43" quase o Grêmio chegou a virada. Depois de grande jogada de Zé Roberto pela esquerda, o meia foi derrubado. Na cobrança da falta, a bola sobrou para o 10 de fora da área. Zé Roberto acertou um lindo voleio que passou raspando a trave do goleiro Gledson. A Portuguesa segurava um empate, ruim pela vantagem construída dentro de campo, porém um bom ponto para a briga pela saída do rebaixamento. Com o final do jogo, o Palmeiras estava matematicamente rebaixado.

Relacionados