thumbnail Olá,
Ao Vivo

Campeonato Brasileiro

  • 22 de julho de 2012
  • • 18:30
  • • Moisés Lucarelli, Campinas, São Paulo
  • Árbitro: Manoel Nunes Lopo Garrido
  • • Público total: 5890
1
TF
2

Ponte Preta 1 x 2 Fluminense: Cariocas seguram pressão, aproveitam oportunidades e seguem no pelotão da frente

Ponte Preta 1 x 2 Fluminense: Cariocas seguram pressão, aproveitam oportunidades e seguem no pelotão da frente

Nelson Perez/Flickr Fluminense

Fluminense sofre grande pressão da Ponte, mas marca nos minutos finais de cada tempo e vence. Gols de Thiago Neves e Fred, com Ferron descontando para o time da casa.

Em jogo válido pela 11ª rodada do Brasileirão, a Ponte Preta recebeu o Fluminense em Campinas e perdeu pelo placar de dois a um. Apesar de mostrar mais ofensividade e levar perigo várias vezes ao gol de Cavalieri, o time de Campinas viu as chances da vitória partirem de vez após pênalti cometido aos 44 do segundo tempo: Fred converteu e definiu o jogo. Na próxima rodada, os cariocas enfrentam o Grêmio no Olímpico, enquando a Ponte Preta pega o Sport, em casa. Com o resultado, o Fluminense se mantém no G4, na 3ª posição com 25 pontos, e o time de Campinas ocupa a 9ª colocação, com 15.

Ponte Preta pressiona mas é Fluminense que abre placar

Apesar de vir para Campinas com seu time titular, nos primeiros quarenta e cinco minutos o Fluminense não demonstrou a superioridade na tabela dentro de campo, já que o time da casa começou pressionando o time carioca. Nos primeiros 15 minutos de partida a Ponte Preta manteve o Fluminense em seu campo de defesa e teve três chances: duas com Roger e uma com Nikão. Enquanto isso, o time tricolor, com Deco e Thiago Neves aparecendo pouco no jogo, não conseguia armar jogadas de ataque, apelando para os lançamentos longos e cometendo muitos erros, também em enfiadas de bola, na tentativa de furar o bloqueio da Ponte.

Enquanto o time das Laranjeiras abusava das bolas altas e lançamentos, a Ponte chegava bem. Aos 31, nova boa chegada da Ponte, e novamente com Roger. João Paulo cruzou bem da esquerda e Roger dominou dentro da área, cortou Anderson e bateu de esquerda, mas a bola passou por cima do gol de Diego Cavalieri. Por muito pouco a Ponte Preta não abriu o placar.

Três minutos depois, falta na risca da grande área para a Ponte. Cobrança de Ricardinho por cima da barreira e Cavalieri só olhou a bola passar muito perto do ângulo direito do Fluminense. Com a saída de Bruno - lesionado - e entrada de Wallace, o time da casa passou a jogar mais pela esquerda. Numa dessas jogadas, João Paulo avançou com espaço e cruzou rasteiro, mas o goleiro tricolor se antecipou bem e segurou firme.

Já no final da primeira etapa, aos 38, a primeira chance do time visitante: escanteio batido por Thiago Neves e cabeçada com muita liberdade de Fred. A bola passou muito perto do canto esquerdo do gol da Ponte. O lance parece ter despertado a sorte tricolor, já que aos 45, Thiago Neves cobrou falta na área na direção do gol, Renê Júnior acabou fazendo leve desvio e a bola morreu no fundo das redes, abrindo o placar: um a zero Fluminense, que saiu premiado para o intervalo.

Falha da defesa acaba revelando replay da primeira etapa

Os times voltaram sem alterações do intervalo e o mesmo aconteceu com a partida. A Ponte buscava o empate enquanto o time carioca se defendia bem, com participação essencial de Deco e Thiago Neves no trabalho defensivo. Com três minutos, a Ponte já havia chegado duas vezes: em chute de Nikão para bloqueio da zaga; e bom giro de Roger, dentro da área, que bateu forte e viu a bola explodir em Anderson. O time de Campinas seguiu pressionando, e com as entradas dos experientes Marcinho e Caio, ganhou qualidade nos passes. No Flu, Fred estava muito isolado, e a dupla de meias Deco e Fred, em mal dia, não conseguiam criar boas jogadas.

Após bastante tempo de jogo truncado no meio campo, com muitos passes errados de ambas as equipes, a Ponte finalmente chegou ao empate, aos 32 da segunda etapa. Renê Júnior sofreu a falta e o árbitro deixou de aplicar a lei da vantagem, quando Caio saía com apenas um zagueiro e excelentes condições. Mas após cobrança na área, o zagueiro Ferron desviou e igualou o placar no Moisés Lucarelli.

A partir do gol, o time da casa tentou pressionar o Fluminense, mirando a virada, mas não teve muito tempo. Aos 44, bobeada da defesa e a bola caiu nos pés de Fred. O atacante serviu Wellington Nem, que invadiu a área e foi derrubado por Gustavo, pênalti marcado. Fred foi para a bola com muita calma e cobrou no ângulo, definindo o placar da partida.

Relacionados