thumbnail Olá,
Ao Vivo

Copa das Confederações

  • 20 de junho de 2013
  • • 19:00
  • • Arena Fonte Nova, Salvador, Bahia
  • Árbitro: B. Kuipers
  • • Público total: 26769
1
TF
2

Nigéria 1x2 Uruguai: Celeste vence e se mantém viva na Copa das Confederações

Nigéria 1x2 Uruguai: Celeste vence e se mantém viva na Copa das Confederações

Getty Images

Lugano e Forlán marcaram os gols do time uruguaio, nesta quinta-feira, em Salvador

No confronto decisivo que pode ser o ‘fiel da balança’ para definir o segundo time do Grupo B classificado para as semifinais da Copa das Confederações, o Uruguai saiu-se melhor e venceu a Nigéria por 2 a 1, na Fonte Nova. Lugano e Forlán marcaram para os uruguaios e Mikel fez o gol dos nigerianos.

As duas equipes agora possuem três pontos e ambas têm chance de passar de fase. A Nigéria leva vantagem no saldo e continua na segunda posição do grupo. No entanto, a missão dos sulamericanos parece ser muito mais fácil, já que no próximo domingo eles enfrentarão o frágil Taiti. No mesmo dia, a Nigéria pega a Espanha.

Lugano abre o placar e fica no chão para ver o gol de Mikel

Os uruguaios começaram partindo para cima e a primeira chance de gol veio logo aos 7 minutos, quando Cristian Rodríguez chutou de longe e obrigou o goleiro Enyeama a fazer boa defesa. A resposta dos africanos, abraçados pelo povo baiano que compartilha muito de sua cultura, veio aos 11’. Em cobrança de falta ensaiada, Ideye soltou a bomba e assustou Muslera, que fez a intervenção em dois tempos.

A Nigéria já havia equilibrado as ações quando a Celeste Olímpica abriu o placar, aos 19’, com Lugano, aproveitando bola cruzada rasteira na área. Na metade final do primeiro tempo, após muito pressionar, os campeões africanos conseguiram o empate em um golaço de Obi Mikel. Jogando mais avançado em relação ao seu papel no Chelsea, Mikel aproveitou a falha da defesa uruguaia e, após bela troca de passes, deixou Lugano no chão para bater para o gol. Os nigerianos quase ampliaram logo depois e foram superiores até o juiz apitar o intervalo.

Forlán deixa sua marca e Uruguai segura o resultado

Assim como acontecera nos primeiros 45 minutos, a Celeste começou a etapa derradeira de maneira avassaladora. Aos 50’, a trinca de atacantes do técnico Oscar Tabárez funcionou: Suárez roubou a bola no meio de campo e encontrou Cavani, que tocou para Forlán soltar a bomba: 2 a 1.

 

 

Durante vinte minutos, nenhum dos dois times chegou muito perto do gol. Aos 70’, Forlán deu belíssimo lançamento para Cavani, que desperdiçou grande chance. Cinco minutos depois, o atacante do Napoli voltou a perder outra oportunidade, desta vez de cabeça. A Nigéria partia cada vez mais para frente, o que liberava espaços para contra-ataque. Nos minutos finais, as Águias pressionaram, mas os uruguaios seguraram o resultado.

Relacionados