thumbnail Olá,
Ao Vivo

Brasileirão Série A

  • 30 de junho de 2012
  • • 16:20
  • • Aflitos, Recife, Pernambuco
  • Árbitro: Evandro Rogério Román
  • • Público total: 14501
0
TF
2

Samuel brilha, marca dois, e Flu bate Náutico em Recife

Samuel brilha, marca dois, e Flu bate Náutico em Recife

Photocamera/Divulgação

Sem Fred, Samuel dá conta do recado, marca dois e Flu bate Náutico nos Aflitos. Timbu sente falta de Araújo, desperdiça muitas oportunidades e perde invencibilidade em casa.

O Fluminense venceu o Náutico por 2 a 0, neste sábado, no Estádio dos Aflitos. Em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro 2012, o Tricolor não jogou bem, mas aproveitou as oportunidades que teve para marcar e garantiu mais três pontos. O atacante Samuel, que estava substituindo Fred, desencantou e assegurou a vitória dos cariocas.

Com a vitória sobre o Timbu e a derrota do Cruzeiro para o São Paulo, o Fluminense chega a 15 pontos e fica provisoriamente na liderança do Brasileirão. O Náutico, por outro lado, viu sua invencibilidade em casa acabar e ainda fica estagnado na 13ª colocação na tabela, com 7 pontos. O próximo desafio do alvirrubro é contra o Atlético-GO no Serra Dourada, já o Tricolor encara o Flamengo no centenário do clássico carioca.

Náutico desperdiça chances, mas Flu aproveita e larga na frente

O jogo começou morno e as chances eram sempre do Náutico, que se aproveitava do péssimo dia da defesa do Flu, que estava perdida na partida. Porém, o Timbu esbarrava nos chutes ruins e no grande dia de Diego Cavalieri. Aos 16 minutos, em uma falha do zagueiro Anderson, a bola sobrou para Rhayner quase na pequena área. Cavalieri teve que sair para abafar e forçou o atacante a errar.

O Fluminense não conseguia trocar quase nenhum passe e por isso não aparecia no ataque. Mas, na primeira chegada do time de Abel Braga ao ataque, saiu o gol. Foi aos 29 minutos, após falta de Martinez na intermediária. Deco fez um cruzamento perfeito, Samuel só precisou se deslocar da marcação e empurrou para as redes. 1 a 0 Flu.

A resposta do Náutico veio oito minutos depois. Souza apareceu livre na cara de Diego Cavalieri e tentou tocar por cima, mas o goleiro fez uma linda defesa. Já no último lance do primeiro tempo, confusão na área e nova chance para o Timbu. A bola sobrou novamente para Souza, que, na pequena área, chutou para defesa espetacular do camisa 12 tricolor. Assim o Fluminense saiu no lucro e foi para o vestiário com a vantagem no placar, mesmo jogando muito pouco.

 

Samuel desencanta

No segundo tempo a história era a mesma. O Náutico aproveitava as falhas da defesa do Fluminense, mas Cavalieri era uma muralha. Aos três minutos, Bruno aproveitou bobeada de Anderson, roubou a bola e chutou, mas Cava fez mais uma boa defesa. Pelo alto o Náutico quase empatou em duas oportunidades, uma com Souza e outra com Kim, mas a grande chance da equipe saiu dos pés de Martinez. O camisa 7 cobrou falta com capricho, Cavalieri tocou na bola e ela explodiu no travessão.

Apesar das grandes chances do Timbu, foi o Flu, novamente, quem conseguiu marcar. Aos 27 minutos Deco mostrou porque é craque e achou Jean entrando livre na área. O volante chutou em cima de Felipe, mas Samuel não perdoou. No rebote, o atacante empurrou para as redes, marcou seu segundo gol na partida e garantiu a vitória do Flu.

Com o placar confortável, o Tricolor parecia ter tirado o peso das costas e os contra-ataques começaram a funcionar. O técnico Abel Braga optou por poupar o meia Deco e colocou Thiago Neves, voltando de cirurgia, para ganhar ritmo de jogo. O Flu passou a administrar a vantagem, mas a equipe do Náutico desanimou e não teve mais forças para reagir. No fim das contas, mesmo com poucas chances e com um dia péssimo da defesa, o Fluminense contou com uma muralha no gol, um craque decisivo no meio e um atacante eficiente.

Relacionados