thumbnail Olá,
Ao Vivo

Barclays Premier League

  • 30 de janeiro de 2013
  • • 18:00
  • • Old Trafford, Manchester
  • Árbitro: L. Mason
  • • Público total: 75600
2
TF
1

Manchester United 2 x 1 Southampton: apesar do sufoco, Diabos Vermelhos vencem e se distanciam na liderança

Manchester United 2 x 1 Southampton: apesar do sufoco, Diabos Vermelhos vencem e se distanciam na liderança

Getty Images

No sufoco, Manchester United bate Southampton com dois gols de Rooney.

Por Emanoel Ferreira

Manchester United e Southampton duelaram hoje, num Old Trafford lotado, em jogo válido pela Premier League. Ainda antes de a partida começar, algumas marcas histórias eram uma motivação a mais para os vermelhos da cidade de Manchester. Van Persie, se marcasse, alcançaria uma marca que somente Cristiano Ronaldo alcançou com a camisa do United: balançar as redes em seis jogos consecutivos. Outro que também estava de olho nas estatísticas, Rooney, aspirava a 6º posição na artilharia do clube inglês em campeonatos nacionais. Rooney obteve êxito e marcou duas vezes, ao passo que Van Persie foi barrado por uma defesa nada menos que espetacular do goleiro Boruc. Com a vitória, o Manchester United continua na liderança isolada da Premier League.

 

Primeiro tempo

 

Apesar do Southampton ter um histórico que inspira cuidados aos times grandes, ninguém poderia esperar dessa partida grandes dificuldades para o Manchester United. Mas, o que se viu, logo aos 3’ do primeiro tempo, foi um vacilo monumental do goleiro De Geal, que não pode evitar o toque de Rodrigues para o fundo das redes. Southampton 1-0.

Não demorou muito para o empate do Manchester United fazer explodir o Old Trafford, e foi tudo no melhor estilo dos Diabos Vermelhos: marcação eficiente, passes rápidos e um Rooney que simplesmente não perdoa. Aos 8’, o japonês Kagawa entregou para Rooney na cara do goleirão. Manchester United 1 – 1 Southampton

A partir daí, os Diabos Vermelhos não permitiram qualquer contra-argumento. Continuaram pressionando seus visitantes, com a costumeira marcação e rapidez no desenrolar das tramas táticas. E foi assim que, aos 27’ do primeiro tempo, Wayne Rooney recebeu cruzamento açucarado de Van Persie, que cobrou falta na medida, só precisando empurrar com a cabeça para o fundo das redes. Manchester United 2-1.

Dali até o término da primeira etapa, o jogo continuou com um Manchester sobrando e um Southampton confuso, sem reação. Nesse momento, os torcedores do United não poderiam imaginar o quão difícil seria o segundo tempo.

 

Segundo tempo
 

Não há meio-termo: desde o primeiro minuto do segundo tempo, o Southampton pressionou o Manchester United e fez da etapa complementar um verdadeiro sufoco para a torcida do Old Trafford.

Aos 3’ do segundo tempo, Rodriguez, autor do gol dos amarelos, finalizou venenosamente para a defesa convicta do goleiro De Gea. Era um prenúncio de muitos outros chutes perigosos que bombardeariam a meta do arqueiro. Ao longo dos minutos seguintes, o Manchester errou, rigorosamente, todos os passes na saída de bola. Apenas aos 25’ do segundo tempo o time vermelho conseguiu chegar convincentemente, forçando o goleiro Boruc a despachar desajeitadamente para frente. Aos 27’, Van Persie fez boa jogada pela direita e animou a torcida, mas o lançamento seguinte não conseguiu encontrar a testa de Rooney.

Aos 30’ do segundo tempo, Rooney fez um cruzamento espetacular, de três dedos, para a cabeça de Van Persie, que guardou. Mas a bandeirinha do outro lado levantou, acusando a posição milimetricamente irregular.

Aos 32’, a redenção de De Gea: depois de falhar no primeiro tempo, fez uma defesa milagrosa após cobrança de falta, salvando o Manchester United do empate.

Aos 80’, Van Persie ganhou mais um motivo para lamentar. Depois de invadir a área, num lindo lance, o goleiro Boruc tirou de sua garganta o grito de gol que o igualaria a Cristiano Ronaldo.

Daí até o último instante de bola rolando, só deu Southampton. Quando o juiz ergueu os braços, certamente, os Diabos Vermelhos respiraram aliviados.

 

Relacionados