thumbnail Olá,
Ao Vivo

Barclays Premier League

  • 9 de dezembro de 2012
  • • 11:30
  • • Etihad Stadium, Manchester
  • Árbitro: M. Atkinson
  • • Público total: 47166
2
TF
3

Manchester City 2 x 3 Manchester Utd: United vence derby e abre vantagem sobre City

Manchester City 2 x 3 Manchester Utd: United vence derby e abre vantagem sobre City

Getty Images

Com gol de Van Persie nos acréscimos, o Manchester United venceu o rival City e abriu 6 pontos de vantagem sobre os Citzens.

Antes do clássico de Manchester entre o líder United e o vice-líder City, a expectativa era de uma partida bem disputada entre as duas equipes. Mas nem mesmo o ilustre torcedor Tom Cruise, poderia ter previsto o show de gols no Etihad Stadium e a definição da vitória dos Red Devils por 3 a 2 nos acréscimos. Com o resultado, o time de Rooney e Van Persie abriu 6 pontos de vantagem sobre o rival.

Show de Rooney no Primeiro Tempo

O jogo no City of Manchester começou quente com algumas faltas para os dois lados. Aos 6 minutos, no primeiro lance de perigo da partida, em cobrança de falta, Balotelli cobrou direto para o gol, a bola desviou na barreira e goleiro De Gea fez boa defesa no canto esquerdo.  Aos 12, o City perdeu grande chance após lindo lançamento de Silva para Clichy que cruzou na área buscando Balotelli, mas acabou isolando a bola ao chutar de primeira.

Pressão dos Citzens no início do primeiro tempo. Aos 16 minutos, em jogada de contra ataque, Balotelli deu passe para Aguero, mas o argentino não conseguiu o domínio. Na sequência, Young puxou um contra ataque avassalador, tocou para Rooney e o camisa 10 invadiu a área, entre dois marcadores, e marcou um golaço. Dois minutos depois, o City tentou responder com Nasri após bom passe de Balotelli, mas o auxiliar marcou o impedimento no lance.

O Manchester United passou a dominar o jogo após o primeiro gol. Com 22 minutos, Van Persie lançou Young, mas o goleiro Joe Hart se antecipou e fez a defesa. O City conseguiu chegar novamente com perigo aos 23 minutos, quando Aguero fez jogada espetacular pelo meio, cortando quatro marcadores, mas na hora da finalização o argentino chutou para a defesa de DeGea.

O lateral-esquerdo Clichy não estava no seu melhor dia e deixava aberta uma avenida naquela parte do gramado para o United criar suas jogadas. E foi assim que os Red Devils ampliaram o marcador aos 29 minutos, quando Rafael arrancou pela lateral e cruzou para Rooney tocar de chapa e fazer 2 a 0. O técnico do City, Roberto Mancini, que havia feito uma substituição logo após o primeiro gol, parecia sem reação após o segundo do Shrek.

A essa altura, o City já estava perdido dentro de campo. Os Citzens ainda tentaram uma reação com 38 minutos, após cobrança de escanteio, quando Nasri pegou a sobra e cruzou na área, buscando Balotelli, mas De Gea subiu junto com o centroavante e deu um soco na bola. Já aos 43 minutos, Balotelli recebeu passe pelo meio e tocou para Barry que chutou à esquerda do gol de De Gea. Foi a última oportunidade efetiva de gol na primeira etapa.

Empate do City e vitória vermelha nos acréscimos

Logo no início do segundo tempo, aos 53 minutos, Roberto Mancini substitui Balotelli por Carlitos Tévez. Ao sair de campo, o polêmico jogador italiano passou direto por Mancini, sem falar com o técnico e foi para o vestiário. 4 minutos depois, Clichy cruzou na área, a bola passou por Silva e chegou em Aguero que chutou colocado, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Aos 59 minutos, Van Persie arriscou de fora da área e a bola explodiu na trave. No rebote, Young mandou para o fundo da rede, mas o auxiliar marcou o impedimento do meia-atacante. Logo em sequência, Tévez recebeu passe e chutou para o gol, Hart defendeu e após bate e rebate dentro da área do United, Touré diminuiu para os Citzens. Era o que bastava para levantar a torcida azul.

Torcida que reclamou muito contra a arbitragem, aos 73 minutos, quando Touré fez uma jogada espetacular pela esquerda e ia arrancando pela lateral com liberdade, mas o árbitro Martin Atkinson‎ parou a jogada e deu cartão a Rooney, levando o volante marfinense ao desespero. Mais desesperada ainda, ficou a torcida do City quando, aos 79, David Silva cortou Evra, deixando o zagueiro no chão e finalizou. A bola explodiu em De Gea, em seguida no travessão e não entrou.

Mas com 86 minutos, após cobrança de escanteio de Tévez, a zaga do United fez o corte e, no rebote, Zabaleta mandou para o fundo da rede, deixando tudo igual no Etihad Stadium. Pressão do City: Dzeko cruzou para Aguero que finalizou, mas De Gea tirou com os pés. O que parecia uma virada dos Citzens não se confirmou e, com 92 minutos, Van Persie cobrou falta com categoria e mandou no canto esquerdo do gol, sem chance para Hart, sacramentando a vitória do líder do Campeonato Inglês.

Houve confusão no fim da partida.Um torcedor invadiu o gramado, mas foi contido. Ferdinand também foi atingido por um objeto e teve um sangramento, além de muita reclamação da parte do técnico Roberto Mancini. Na próxima rodada, o United recebe o Sunderland no Old Trafford, enquanto o City enfrenta o Newcastle no St James Park.

   
   

Relacionados