thumbnail Olá,
Ao Vivo

Copa Bridgestone Sul-Americana

  • 30 de outubro de 2012
  • • 21:50
  • • Olímpico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul
  • Árbitro: J. Bascuñán
1
TF
0

Grêmio 1 x 0 Millonarios: Tricolor vence pela Sul-Americana no Olímpico e pode jogar por um empate na Colômbia

Grêmio 1 x 0 Millonarios: Tricolor vence pela Sul-Americana no Olímpico e pode jogar por um empate na Colômbia

Getty

Marco Antonio marcou o único gol da partida. Grêmio precisa apenas de um empate na altitude de Bogotá para avançar às semifinais

No primeiro jogo das quartas de final da Sul-Americana, o Grêmio venceu o Millonarios da Colômbia por 1 a 0 no Olímpico. Com este resultado, a equipe gaúcha precisa apenas de um empate ou até mesmo perder por um gol de diferença a partir de 2 a 1 na altitude de Bogotá (cerca de 2.600 metros) para avançar às semifinais. A partida acontece somente no dia 15 de novembro.

O Grêmio, por enquanto, volta suas atenções ao Brasileirão. No sábado, às 19h30, os gaúchos recebem a Ponte Preta no Olímpico.

Se não dá no toque de bola, melhor pelo alto

O início do primeiro tempo teve um clima morno. O Grêmio pressionava a saída de bola da equipe colombiana, que tocava demais a bola, sem, no entanto, buscar maior ímpeto ofensivo. Tanto que o goleiro do Grêmio fez apenas uma defesa em todo o primeiro tempo. Otálvaro chutou da entrada da área e Marcelo Grohe fez ótima intervenção.

O Grêmio tentava ameaçar no ataque. Aos 17 minutos, Zé Roberto chutou forte dentro da área e o goleiro Delgado executou defesa espetacular. Apesar deste bon lance, o time gaúcho errava muitos passes, principalmente com Leandro, que substituiu Kléber, vetado pelo departamento médico para a partida. Se não dava no toque de bola, o jeito foi tentar pelo alto.

Aos 36, Zé Roberto cobrou escanteio. Ortíz desviou e Marco Antonio apareceu dentro da área para escorar a bola pro fundo do gol. Do lance do gol até o fim da primeira etapa, o Grêmio ainda buscou várias vezes o segundo gol. Em uma dessas buscas, Leandro recebeu cruzamento de Pará e errou o alvo dentro da área.

Grêmio mantém ritmo. Millonarios melhora após paralisação, mas se fecha para decidir em casa

Aos quatro e sete minutos da segunda etapa, o Grêmio teve duas excelentes oportunidades de ampliar o placar. Na primeira, Marcelo Moreno aproveitou cruzamento de Leandro e mandou pra fora. Na segunda, Léo Gago soltou uma bomba que passou muito perto do gol defendido por Delgado.

Aos 13 minutos do segundo tempo, um lance inusitado. O árbitro Bascuñan se lesionou e recebeu atendimento médico. Foram quatro minutos de jogo parado. A paralisação contribuiu para uma ligeira melhora do Millonarios, que teve um bom lance com Otálvaro - o jogador cobrou uma falta perigosa e a bola balançou a rede pelo lado de fora.

Mas o Millonarios optou por se fechar e decidir em casa. O técnico  Torres recuou a marcação e apostava somente em contra-ataques, que quase renderam bons frutos para os visitantes, se não fossem por boas interceptações de Pará - em jogada de Cosme - e Marcelo Moreno - em jogada de Rentería.

Aos 41, Léo Gago soltou outra bomba que desta vez acertou a trave. Foi o último lance do volante que saiu para a entrada de André Lima. O atacante protagonizou lance que rendeu protestos da torcida do Grêmio. Aos 45 do segundo tempo, Zé Roberto cobrou falta na área, a defesa do Millonarios desviou e, André Lima, impedido, tocou pro fundo do gol. O árbitro assinalou impedimento.
 

Relacionados