thumbnail Olá,
Ao Vivo

Brasileirão Série A

  • 26 de setembro de 2012
  • • 22:00
  • • Engenhão, Rio de Janeiro
  • Árbitro: Jailson Macêdo Freitas
  • • Público total: 39060
2
TF
1

Flamengo 2 x 1 Atlético-MG: Rubro-Negro vence Galo em partida com cara de "final"

Flamengo 2 x 1 Atlético-MG: Rubro-Negro vence Galo em partida com cara de "final"

Alexandre Loureiro/VIPCOMM

Partida marcou reencontro de Ronaldinho com torcida do Fla no Engenhão

Nesta quarta-feira, o Flamengo venceu o Atlético-MG por 2 a 1 no Engenhão em partida adiada da 14ª rodada do Brasileirão. A partida teve de tudo, golaços, hostilidade, confusão e disputa em campo com cara de "decisão". Os gols do duelo foram marcados por Vágner Love, Liedson ao Fla e Jô aos atleticanos.

Com a vitória, os cariocas subiram três posições na tabela, estão em 10º lugar com 34 pontos e se distanciaram da zona de rebaixamento. Já, a derrota deixou os mineiros ainda na segunda posição com 52 pontos e a diferença se manteve em quatro em relação ao líder Fluminense.

O REENCONTRO


Era de se esperar uma partida tensa devido a importância da vitória para cada uma das equipes e também pelo reencontro de Ronaldinho com a torcida Rubro-Negra após a sua turbulenta saída do clube carioca.
Ingredientes fundamentais que transformaram o Engenhão num caldeirão com apitaços contra o craque do Galo e apoio aos donos da casa.

Ronaldinho entrou no gramado foi recebido com vaias, mas o jogador fez questão de cumprimentar todos os atletas de sua ex-equipe, mostrando que não há desavenças com ninguém.

LOVE ROUBA A CENA NO PRIMEIRO TEMPO COM UM GOLAÇO

O jogo começou e o Flamengo foi superior no primeiro tempo. Com mais ímpeto que os visitantes, a equipe do técnico Dorival Júnior ameaçou mais e teve maior posse de bola que os comandados de Cuca.

O Fla usou a garra para abrir o placar. Aos 21 minutos, Cléber Santana cobrou escanteio, Gonzalez cabeceou, mas Marcos Rocha salvou em cima da linha de cabeça. Na sobra, Caceres testou de cabeça e Vágner Love na linha de fundo girou bonito e de voleio fez um golaço.

Após o gol, o Galo tentou reagir, mas errou vários passes e ameaçou apenas em bolas paradas cobradas por Ronaldinho sem sucesso, o que manteve o placar de 1 a 0 na primeira etapa.

SEGUNDO TEMPO COM CARA DE ''FINAL''

A etapa final ganhou um clima de decisão. O time mineiro mostrou que voltou com o espírito de "Galo Forte e Vingador". Com um minuto do segundo tempo, Carlos César arriscou uma pancada, a bola bateu em Ramon e na sobra, Ronaldinho fez o toque para Escudero que chutou pra fora.

Com a pressão atleticana, o gol saiu. Aos cinco, Marcos Rocha cruzou da esquerda, a bola sobrou na área e Jô aproveitou para estufar a rede carioca, empatando a partida.

O Fla não demorou para responder. Seis minutos depois, quem apareceu foi Liedson. O atacante recebeu cruzamento da direita e na pequena área marcou um golaço de voleio, colocando outra vez o Rubro-Negro no placar.

O gol deixou a partida mais ainda tensa e eletrizante. Para os cariocas, a vitória significava sair do risco de rebaixamento, enquanto a derrota ao Galo, o deixaria quatro pontos atrás do Fluminense.

Com isso, os jogadores do time mineiro ficaram nervosos e Rever foi quem demonstrou mais ainda esse sentimento. O zagueiro deu uma cotovelada em Cáceres e Jô provocou um tumulto. O juiz expulsou o defensor e o Galo ficou com um a menos para protesto geral do vice-líder.

Com um a menos, os visitantes tentaram investidas com Guilherme e Neto Berola que entraram no decorrer da partida. Ronaldinho ainda teve chances de empatar, mas apesar dos dribles desconsertantes nos zagueiros, a bola parava no goleiro Felipe ou saia pela linha de fundo.

Já o Flamengo ameaçava em contraataques perigosos com Vágner Love, Cléber Santana e Liedson e se comportou como se estivesse brigando pelo título. Com esta atitude, a equipe de vermelho e preto garantiu uma grande vitória no Engenhão para festa da torcida e tristeza de Ronaldinho e companhia.

Relacionados