thumbnail Olá,
Ao Vivo

Serie A TIM

  • 25 de setembro de 2012
  • • 15:45
  • • Stadio Artemio Franchi, Firenze
  • Árbitro: P. Tagliavento
  • • Público total: 21000
0
TF
0

Fiorentina 0 x 0 Juventus: Equipes fazem bom jogo, mas não saem do zero em Florença

Fiorentina 0 x 0 Juventus: Equipes fazem bom jogo, mas não saem do zero em Florença

getty

Empate tira os 100% de aproveitamento da Juve na competição. Mais incisiva durante boa parte do jogo, a Viola reclamou de pênalti não marcado na primeira etapa.

O clássico esquema 3-5-2 largamente utilizado na Itália é sempre taxado como muito defensivo. Fiorentina e Juventus, entretanto, fizeram partida para desmistificar esse pensamento. Com alas velozes e até com defensores mais liberados para atacar, as duas equipes atuaram para frente, tornando o confronto interessante.

Contudo, o calcio segue pautado em sistemas defensivos sólidos, que complicaram a vida dos homens de frente adversários e conseguiram manter o placar inalterado

Apesar do 0 x 0, a Juve segue na primeira colocação, com 13 pontos, mas pode ser ultrapassada pelo Napoli, que enfrenta a Lazio amanhã. Já a Fiorentina, com 8 pontos, passa a Roma e assume a 5ª colocação.

Meio tempo para cada um

Cheia de moral após as quatro vitórias para abrir o campeonato, a Juventus iniciou a partida jogando melhor. A Vecchia Signora, comandada por Pirlo e Giacherinni, trocava muitos passes em seu campo de ataque e, ao seu estilo, cadenciava o jogo à procura de espaços.

Contudo, a forte marcação da Viola bloqueava as investidas serenas dos líderes. Dessa forma, as principais chegadas da Juve no primeiro tempo vieram em arrancadas de Giovinco. Na melhor delas, aos 9, o atacante bateu de chapa e a bola passou muito perto do gol de Viviano.

Tomando conta do jogo, a Juventus viu as rédeas da partida mudarem de mãos aos 24 minutos. Pasqual tabelou com Jovetic e, em posição de finalizar, foi derrubado por Vidal. O pênalti claro não foi marcado, mas trouxe a torcida fiorentina para o jogo.

Apoiados por mais 43 mil adeptos, que lotavam o Artemio Franchi, os jogadores do time de Florença passaram a mandar na partida e quase chegaram ao gol em cruzamento de Pizarro que Jovetic completou no travessão, aos 41.

Na jogada seguinte, outra grande chance para o time roxo. Cuadrado, muito bem em campo, descolou ótimo lançamento para Ljajic. Na cara do gol, o sérvio bateu torto e mandou para fora.

Viola chega mais, porém não marca

Enquanto o primeiro tempo foi muito equilibrado, a balança da etapa final pendeu claramente para um lado. Explorando as constantes descidas de Rômulo e Cuadrado, a Fiorentina pressionou a Juve nos 45 minutos finais e por pouco não saiu vencedora.

Aos 8, Roncaglia, relembrando o gol do jogo anterior, cortou dois marcadores e bateu de longe. A bola passou próxima à meta de Buffon.

Percebendo o domínio territorial da Viola, Massimo Carrera, substituindo o suspenso Antonio Conte no banco da Juve, resolveu mexer em sua equipe. Primeiro, sacou o apagado Quagliarella para a entrada de Vucinic. Na sequência, tentando ganhar em velocidade no meio-campo, Carrera lançou o jovem meia Pogba no lugar do cerebral Pirlo.

As mudanças, entretanto, não surtiram efeito, visto que o grande problema do time bianconero residia na ausência de jogadas de linha de fundo.

Desta feita, os donos da casa mantiveram a pressão, com um bombardeio de fora da área. Jovetic e Cuadrado mandaram para fora as melhores oportunidades.

Aos 36, o último lance de perigo da Fiorentina. Cuadrado levantou da direita e Pasqual, nas costas da zaga, testou no contrapé de Buffon, para fora.

Nos minutos finais, a bem postada defesa da Juve conseguiu impedir o abafa do adversário e garantiu o empate.

Relacionados