thumbnail Olá,
Ao Vivo

Brasileirão Série A

  • 22 de julho de 2012
  • • 16:00
  • • Orlando Scarpellli, Florianópolis, Santa Catarina
  • Árbitro: Anderson Daronco
  • • Público total: 9445
0
TF
2

Figueirense 0 x 2 São Paulo: Ataque de garotos dá 1ª vitória a Ney Franco

Figueirense 0 x 2 São Paulo: Ataque de garotos dá 1ª vitória a Ney Franco

Rubens Chiri / saopaulofc.net

Ademilson marcou para o Tricolor no primeiro minuto de jogo e manteve o Figueira na zona de rebaixamento. Willian José fechou o placar.

Pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, o São Paulo foi ao Orlando Scarpelli, em Santa Catarina, e conquistou a primeira vitória sob as ordens de Ney Franco. Vitória por 2 a 0 sobre o Figueirense, com gol de Ademilson no primeiro minuto do jogo e de Willian José nos acréscimos do segundo tempo.

Início eletrizante e partida monótona

O começo do confronto entre Figueirense e São Paulo não indicava, de maneira alguma, o que viria pela frente na etapa inicial. Logo com 50 segundos, no primeiro lance do jogo, o Tricolor abriu o placar com Ademilson, que apareceu sozinho dentro da área para finalizar no canto direito de Wilson.

Na sequência, porém, o duelo de paulistas e catarinenses foi monótono e arrancou bocejos do público presente no Orlando Scarpelli. Os visitantes se fecharam, enquanto os mandantes tentavam atacar. Em vão. As oportunidades de gol foram escassas, sendo a melhor delas perdida nos pés de Willian José, o qual, dentro da área, bateu para fora.

Quando o árbitro apitou, alívio e raiva foram os sentimentos mais marcantes na arquibancada. O primeiro por conta do fim - ao menos parcial - do tédio que o jogo causava; e o segundo gerado pela continuação do péssimo momento do Figueira no Brasileirão, ocupando a zona de rebaixamento.

Expulsão de Fred complica o Figueirense

Se a etapa inicial, com 11 contra 11, conseguiu ser monótona, a etapa final foi ainda pior. Perdendo por 1 a 0, o zagueiro Fred fez uma falta infantil em cima de Cortez, recebeu outro cartão amarelo e acabou expulso, dando um balde de água fria nas pretensões do Figueira.

O São Paulo, que já estava administrando o resultado, passou a fazê-lo com ainda mais tranquilidade - sem ameaçar e ser ameaçado. O único momento mais intenso foi um gol perdido por Julio Cesar, que - afobado - finalizou mal, próximo à linha da pequena área.

Por fim, o árbitro acabou dando bastante tempo de acréscimo, em consequência das muitas faltas e paralisações que teve o confronto: 4 minutos. Pior para os donos da casa, que deram contra-ataque para os visitantes e permitiram Willian José fechar o caixão, aproximando o Tricolor do grupo de cima da tabela e mantendo o Figueira na zona de rebaixamento.

   
   

Relacionados