thumbnail Olá,
Ao Vivo

Campeonato Brasileiro

  • 5 de setembro de 2012
  • • 22:00
  • • Orlando Scarpellli, Florianópolis, Santa Catarina
  • Árbitro: Márcio Chagas da Silva
  • • Público total: 11142
1
TF
0

Figueirense 1 x 0 Corinthians: Caio marca e tira catarinenses da lanterna do Brasileirão

Figueirense 1 x 0 Corinthians: Caio marca e tira catarinenses da lanterna do Brasileirão

Figueirense FC

Atuação salvadora do goleiro Wilson garantiu os três importantes pontos para o Figueira

O torcedor do Alvinegro catarinense ganha mais uma razão para acreditar no sucesso da luta contra o rebaixamento. Nesta quarta-feira, o Figueirense recebeu, e bateu, o Corinthians por 1 a 0, deixando a lanterna da competição. Caio anotou o único gol da partida.

Com o resultado, o Figueira ultrapassa Atlético-GO e Palmeiras para ficar com a 18ª colocação na tabela, com 18 pontos; o Corinthians permanece com os mesmos 28. No sábado, os catarinenses encaram a Ponte Preta (Moisés Lucarelli, 18h30m), enquanto os paulistas irão receber o Grêmio na mesma data (Pacaembu, 21h).

Equilíbrio no primeiro tempo

A partida começou aberta: Aloísio, de média distância, chutou com perigo logo aos 2 minutos, antes de Martínez forçar Wilson à primeira boa defesa da partida, aos 8. Os vinte primeiros minutos transcorreram em equilíbrio de ações no Moisés Lucarelli, até o time da casa tomar as rédeas da situação e começar a criar: aos 24, Aloísio fez fila na defesa corintiana e, quase na pequena área, bateu cruzado. Danilo estava batido no lance, mas Fábio Santos conseguiu um corte providencial sobre a linha do gol.

O momento seguiu favorável para os catarinenses, que seguiram insistindo no camisa 9: em boa troca de passes na frente, Aloísio saiu novamente na cara do gol, mas o arqueiro corintiano conseguiu salvar, desta vez, sem ajuda.

'São' Wilson

A exemplo da primeira etapa, a segunda começou a todo o vapor, com o Figueirense abrindo o marcador e o Timão dando o troco logo em seguida: Helder recebeu na esquerda e cruzou de primeira, rasteiro, para Caio chegar escorando para o fundo das redes, logo no primeiro minuto. Douglas deu o troco, fez fila na defesa e bateu cruzado, de direita, forçando Wilson a defesa firme.

O goleiro dos catarinenses, aliás, foi o personagem da segunda etapa: o Timão cresceu para buscar o empate em Florianópolis, e chegou com perigo inúmeras vezes durante os quase cinquenta minutos da etapa final. Guilherme partiu em jogada pessoal aos 8 minutos e bateu rasteiro, o camisa 1 defendeu com a ponta dos dedos, a bola foi na trave e Edenílson, chegando para completar, também foi negado pelo goleirão.

O tempo passava, e o Timão perdia a paciência na frente: Douglas recebeu ótimo cruzamento de Guilherme, mas cabeceou muito mal, aos 34. Na base da pressão, os paulistas tiveram mais uma ótima chance nos acréscimos, mas estava difícil bater Wilson: em chute quase à queima-roupa, Romarinho fuzilou e o goleiro salvou, antes de tirar a bola do pé de Adílson, que entrava livre para empatar.

Relacionados