thumbnail Olá,
Ao Vivo

Brasileirão Série A

  • 17 de agosto de 2014
  • • 18:30
  • • Orlando Scarpellli, Florianópolis, Santa Catarina
  • Árbitro: Felipe Gomes da Silva
  • • Público total: 7196
2
TF
2

Figueirense 2 x 2 Atlético Mineiro: Galo sofre gol no fim e perde chance de se aproximar mais do G-4

Figueirense 2 x 2 Atlético Mineiro: Galo sofre gol no fim e perde chance de se aproximar mais do G-4

Getty Images

Figueirense se mantém na zona da degola, mas comemora empate no fim e sequência de três jogos sem perder no Campeonato Brasileiro

O Galo jogou melhor, mas vacilou no fim e ficou apenas no empate de 2 a 2 contra o Figueirense no Orlando Scarpelli. Dátolo e Diego Tardelli fizeram os gols do Atlético, enquanto Leonardo Silva contra e Clayton marcaram para o time catarinense. O Galo, que deixou escapar uma ótima oportunidade de encostar na zona de classificação para a Libertadores, permanece na 6ª posição, com 23 pontos, três a menos que o 4º colocado Fluminense. Já o Figueirense, que começou a rodada fora da zona de rebaixamento, caiu para a 18ª posição e tem apenas 14 pontos. O Atlético enfrenta o Flamengo no Maracanã na próxima quarta-feira, enquanto o time catarinense recebe o Botafogo no mesmo dia.

O JOGO

O Galo começou a partida mostrando um bom futebol. Com o domínio do jogo e trabalhando bem a bola, o time ficou em vantagem logo aos 7 minutos de partida. Numa boa troca de posições, Jô recebeu aberto na esquerda e levantou na área para Dátolo. O argentino subiu entre os zagueiros e cabeceou para o fundo do gol, abrindo o placar.

O Atlético continuou dominando a partida. Aos 23, Pedro Botelho tabelou com Jô e cruzou para Tardelli, livre na grande área. O atacante chegou equilibrado, mas chutou em cima do goleiro Tiago Volpi, desperdiçando uma grande oportunidade de ampliar a vantagem.

E como todos sabem, a bola pune. E puniu. No minuto seguinte ao gol perdido por Tardeli, o Figueirense, com uma pitada de sorte, chegou ao empate. Jean Carlos fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro para o meio. Leonardo Silva tentou o corte, mas mandou a bola para dentro do gol.

SEGUNDO TEMPO

Argel Fucks promoveu a entrada de Clayton no intervalo, e o jogador mostrou a que veio logo no início do segundo tempo. Com menos de um minuto de partida, Clayton foi acionado pela esquerda e chegou na linha de fundo antes de rolar para trás. Marco Antônio apareceu livre dentro da área, mas pegou de calcanhar e jogou longe do gol. Dois minutos mais tarde, mais Clayton. O jogador caiu novamente pela esquerda e cruzou rasteiro para Marcão. O atacante desviou de carrinho, e a bola passou com perigo, rente à trave direita do goleiro Victor.

A injeção de ânimo durou pouco, e o Galo conseguiu restabelecer o domínio da partida. Aos 27, Alex Silva, que tinha acabado de entrar no lugar de Marcos Rocha, machucado, fez boa jogada pela direita e sofreu pênalti de Cereceda. Diego Tardelli cobrou e recolocou o Galo em vantagem.

O Figueira sentiu o gol, mas não desistiu e se mandou para o ataque nos minutos finais, até mesmo com o goleiro Tiago Volpi. Aos 46, após cobrança de escanteio de Marco Antônio, Thiago Heleno tocou para Clayton, que dominou e tocou no canto do goleiro Victor para empatar a partida e garantir um pontinho precioso para o Figueirense na luta contra o rebaixamento.

Relacionados