thumbnail Olá,
Ao Vivo

Campeonato Brasileiro

  • 4 de outubro de 2012
  • • 21:00
  • • Couto Pereira, Curitiba, Paraná
  • Árbitro: Márcio Chagas da Silva
  • • Público total: 10141
1
TF
0

Coritiba 1 x 0 Ponte: Coxa supera erros de passe e consegue bater a Ponte em casa

Coritiba 1 x 0 Ponte: Coxa supera erros de passe e consegue bater a Ponte em casa

Divulgação

Após ver os dois goleiros "salvarem a pátria" no primeiro tempo, Coritiba abre placar no fim e joga para garantir o resultado na segunda etapa.

Em jogo válido pela 28ª rodada do Brasileirão, o Coritiba venceu o time da Ponte Preta por um a zero, no Couto Pereira. O gol foi marcado por Deivid. O próximo compromisso do time Coxa Branca é o Palmeiras, em nova reedição da final da Copa do Brasil, dessa vez pelo segundo turno, e com contornos dramáticos, já que ambos lutam contra o rebaixamento. Já a Ponte Preta recebe o Náutico em Campinas, em jogo que pode levar a Macaca bem próxima do Z4.

Após início movimentado e fraco tecnicamente, Coritiba é mais organizado e supera erros para abrir o placar

Os primeiros minutos de jogo foram marcados por seguidas "quase chances" do Coritiba, que pecava muito no último passe. A Ponte, que tentava explorar os contra-ataque, esbarrava no mesmo problema. Destaque negativo pelo lado da Macaca para o primeiro tempo abaixo da média de Marcinho e do veloz Rildo, que costuma entrar ao longo das partidas incendiando o jogo e preocupando a defesa adversária.

A primeira chance de boa finalização caiu nos pés do camisa 10 Marcinho, da Ponte, que demorou a bater e acabou travado, aos 7 minutos. Porém, a primeira chance clara de gol saiu após boa jogada do lado Curitibano, com Victor Ferraz pela direita.Com 15 minutos jogados, o lateral passou por dois marcadores e cruzou na medida para Deivid testar no contra-pé do goleiro Roberto, que realizou ótima defesa.

Seis minutos depois foi a vez dos visitantes colocarem o goleiro rival para trabalhar. Ainda mal na partida mas ainda assim um dos mais voluntariosos, Rildo tocou, se deslocou e recebeu dentro da área do Coritiba. Ele avançou com a bola mas perdeu um pouco de ângulo, tentando um chute alto, cruzado, que parou numa outra excelente defesa na partida, dessa vez de Vanderlei.

A parte central do primeiro tempo foi de baixo rendimento dos dois times, apesar de maior organização tática e toque de bola ligeiramente melhor dos donos da casa. Com o fim da primeira etapa se aproximando, o Coxa pressionou e acabou achando o primeiro gol. Depois de Rafinha quase marcar de cabeça aos 39 minutos, após cruzamento de Denis, Deivid completou de peixinho cruzamento de Gil da direita de ataque.

Antes do apito determinando o intervalo de jogo, Lincoln encontrou tempo de desperdiçar duas boas oportunidades. Aos 44, viu Rafinha se esticar todo para lhe passar a bola, amorteceu a bola vinda do alto mas não percebeu a chegada do adversário e acabou desarmado. Apenas um minuto depois, Deivid desviou para a segunda trave e o meia viu a bola vir em sua direção completamente livre, ao lado da meta de Roberto, mas acabou mandando por cima, para desespero da torcida presente.

Jogo permanece sob controle do Coxa, que leva os três pontos sem ser ameaçado


Apesar de voltar atrás no placar, a postura da Ponte no segundo tempo mudou muito pouco em relação ao primeiro. E se o adversário virtualmente derrotada não iria buscar o jogo, menos ainda o Coritiba, que estava garantindo os três pontos na luta contra o Z4.

Muita correria e contra-ataques desperdiçados deram a tônica de uma segunda etapa que prometia algo mais mas acabou se tornando um jogo morno. Sem ser ameaçado, o Coxa tentava finalizar a partida com rápidos contra-ataques, principalmente com Rafinha, mas o jogador às vezes exagerava naos dribles e consequentemente sofria muitos desarmes.

Com quase 30 minutos, o técnico Marquinhos Santos lançou Ruidiaz no lugar de Lincoln. Ninguém esperava a substituição, já que eles já tinham o resultado e nas mãos e precisavam cadenciar a partida. O jogador, recém-chegado do Universitario do Peru, preocupou os adversários e chegou a perder chance incrível, aos 37 minutos. Após pressionar a zaga, o jogador conseguiu levar vantagem e ficar de frente para o gol, já dentro da área, mas ele tentou um chapéu improvável e acabou desarmado.

Nada que atrapalhasse a vitória tranquila do Coritiba, que se afastou do Z4, contando com a vitória da Portuguesa em confronto contra o Sport, e de quebra puxou o rival desta 5a para a parte de baixo da tabela.

      
   

Relacionados